Pensamento de um português suave:Penso logo desisto...

sábado, 31 de outubro de 2009

UM NÚMERO...APENAS!!!


Lembram-se de mim?! Claro que não!!


O meu nome é Júlio Fernando Santos Almeida. Fui,ou aínda sou,não tenho mais a certeza, o vosso funcionário número quatorze durante mais de duas décadas! Hoje, encontro-me numa cama de hospital(Hospital Santo António),lutando pela vida há quase sessenta dias.


Creio ter sido sempre um funcionário exemplar, desempenhando as minhas funções sem nunca ouvirem um queixume da minha parte pelo facto de há 16 anos para cá, altura em que tive o primeiro tumor cerebral, ser muito prejudicado! Como perdi 95% da minha capacidade de visão, deixei de conduzir, perdi o direito de deslocar-me de automóvel(da empresa), passando a usufruír apenas de um passe social e de um "troley" que carregava diáriamente. Esse "troley" e eu, o número quatorze, sempre cumprimos a nossa missão. As visitas aos médicos eram feitas, os números exigidos cumpridos apesar de tantas dificuldades que me via obrigado a ultrapassar!


Alguma vez me recompensaram pela diferença entre um passe social e o custo mensal de um automóvel?NUNCA!!!

Eu sei que estão a pensar não terem tido culpa de ter perdido a visão! Não, claro que não! A única culpa que vos cabe é de nunca terem percebido que apesar da minha limitação sempre desempenhei as minhas funções tão bem como qualquer outro funcionário!!


Eu sou o Santos Almeida, o número quatorze que, esperava PELO MENOS, um telefomena da vossa parte que denotasse preocupação com o meu estado de saúde!!! Ah, perdão ,ouve um telefonema sim, ou melhor, 15 tentativas de chamada mas, apenas para pedir o telemóvel pois era propriedade da firma e não do funcionário!!! Pedido esse feito com modos muito pouco cordiais!!!


Continuo a contrariar a morte, a lutar desesperadamente pela vida, com dignidade, a mesma dignidade com que sempre lutei para cumprir o meu papel de trabalhador...exemplar!!


Lembram-se de mim? Claro que não!!!


Eu sou, ou fui já não tenho a certeza, o número quatorze da vossa empresa! Apenas isso...UM NÚMERO!!!!





Trabalho dedicado ao meu marido que, se pudesse falar, sentir, expressar a sua ingratidão, por certo o faria, talvez de uma forma mais correcta, mais sublime, eu apenas transportei para o "papel"o meu sentimento de revolta...em seu nome!!



Se eu me lembro de ti?

Claro que sim! TODOS OS DIAS...

47 comentários:

Ana Martins disse...

Minha querida amiga,
estou sem palavras perante a tua força e coragem, perante a dignidade e lealdade com que lutas contra a frieza e falta de escrúpulos por parte de quem deveria ter uma atitude mais correcta para com quem o serviu durante 30 longos anos com dedicação.

Resta apenas a desilusão de constatarmos que na realidade não passamos de um número, e que quando esse mesmo número deixa de ser útil e de dar lucros, risca-se apenas e é como se nunca tivesse existido.

Soledade, deixo-te o meu carinho e desejo amiga que Deus te continue sempre a dar essa força para que consigas caminhar sempre em frente.

As melhoras do Júlio é o que mais desejo.

Um Beijão,
Ana Martins

Osvaldo disse...

Soledade;

Todo o meu respeito e homenagem à tua coragem. Que Grande Mulher que te bates contra uma muralha de ingratidão e de falta de respeito pela pessoa humana. Já nem falo do número que parece, foi o que o Júlio sempre representou para essa empresa, como aliás imagino, todos os funcionários serão pela empresa assim conciderados. Mas falo pela falta de humanismo que o Departamento de Relações Humanas que imagino essa empresa tenha, para, em solidariedade com um seu funcionário de mais de vinte anos, não tenha uma palavra de estimulo e coragem para o Júlio assim como de conforto e coragem para a sua esposa e filha.
Neste Mundo empresarial onde a hipocrisia e egoismo se instalaram nos faustos escritórios onde apenas a falsidade e "escovismo" entra, não admira que funcionários honestos que começaram por ter um nome, desaparecem no anonimato de um númro... de telémovel.
Onde mora a Justiça Laboral deste país?... E ainda tenho amigos que se zangam comigo, por criticar constantemente os últimos Governos, sejam eles de que côr forem. Como pode um país ser Grande, quando tem políticos tão Pequenos?!...

Coragem, Soledade e dá um abraço por mim e pela Ana ao Júlio e bjs para a tua filha e tenham a certeza, que neste momento todos os vossos amigos da blogosfera, crentes ou não crentes e mesmo ateus, rezam por vós e convosco estão solidários.

da Ana e Osvaldo

Maria Soledade disse...

Querida Ana,o Júlio tem sido para mim uma grande lição de vida!Nos meus momentos de silêncio interrogo-me sobre tudo o que faz parte da nossa caminhada sobre este pedaço tão "húmido" a que chamam Terra!!!A minha luta, não se confunda com vingança,só ficará sanada no dia em que frente a frente encarar o dono de tão tremenda falta de humanidade. Mas, até lá, cabe-me respeitar o meu marido e a sua vontade no dia em que ele perceber toda a porcaria que fizeram com ele!Se Deus mo restituir de novo, ele irá saber que todo o seu esforço para com a empresa foi em vão!!A lição que se colhe deste tipo de atitude é:Já não presta? Deita fora!...

DESUMANO, MAS MUITO REAL...É aquilo que somos,apenas...um número!!!

Obrigada minha querida e até um destes dias

Beijinhos...Muitos

Maria Soledade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Je Vois la Vie en Vert disse...

Minha querida,

Não encontro palavras suficientes para manifesta toda a minha indignação, revolta contra este desumanismo, as minhas mãos tremem ao escrever estas linhas e continuo com grande admiração pela mulher guerreira que és ! Eu não tinha esta força. minha querida...
Há muita injustiça na terra mas , mais tarde, seremos julgados pelos nossos actos.

Um grande beijo verdinho para ti e para a tua filh. Um aconchego para o Júlio.

Verdinha

P.S. Deixa-me te dizer também que ainda há "empresas" onde há solidariedade e pessoas justas como na empresa multinacional francesa onde eu trabalhei e na "tropa". Até há cadeia de solidariedade mas isto tem a ver com a educação de camaradagem que receberam.
Ainda há amigos, há bons profissionais de saúde, nem tudo é NEGRO, minha querida.

Maria disse...

Soledade, minha valente amiga:

Estou toda arrepiada até agora, desde que li o teu grito de revolta. O teu, não. O do Júlio, porque se pudesse, seria isso que ele diria.
Querida, como te admiro, como gosto de ti!
Júlio, eu, Maria, que nunca te vi, que te conheço apenas através da tua mulher admirável, Lembro-me de ti. Todos os dias. E vou lembrar-te sempre, toda a minha vida, aconteça o que acontecer, com o respeito, a admiração que tu mereces de qualquer ser humano que se preze. O que não é o caso dos teus patrões e colegas.
Mostra-lhes de que fibra és feito, amigo. Vive!!! Por ti, pela Sol, pela Joana e até por nós que estamos a torcer por ti, sempre, todos os dias.
Melhoras Júlio. Beijos e toda a ternura e admiração que por ti sinto, minha amiga, minha muito querida Soledade.

maria paula disse...

Querida irmã:

Nesta passagem tão rápida, que se chama vida,só temos de fazer duas escolhas.
Os que nos amam e estimam,estão de um lado.Os outros que julgam ser gente, apartámos, tal qual lixo que nem serve para resiclagem.
A força divina em que ainda acreditámos,encarregar-se-á de fazer justiça.
A luta que estás a passar é muito dura.
O cantinho onde está o Júlio está cheio de AMOR.Por isso, aguardámos todos pelo dia de regresso.
Digo-lhe sempre: força cunhado, estámos lá fora à sua espera.
Até amanhã.Lá estarei para lhe segredar o mesmo e fazer-te companhia.
Bjs

Kim disse...

Soledade!A vida é feita destas injustiças. É muito injusto passar uma vida a cumprir as suas obrigações e depois , quando precisa, ser relegado para um simples número.
É a justiça dos homens. Aquela que não olha a meios para atingir os fins.
Afinal isso não se passa só com as entidades patronais, pois também acontece com pessoas muito próximas de nós.
Injustiças acontecem quando o nosso olhar desperta numa manhã cinzenta e já lá não está quem a gente ama.
Aqui te deixo a minha SOLEDADE!

Maria Soledade disse...

Minha querida Verdinha, tinhas força sim! Tal como diz o meu irmão Jorge:" Não tens força?Arranja.Vais buscar onde tu entenderes, não podes é perder a força agora"! E que grande verdade Verdinha!Quando eu julgo que já não aguento mais, que vou acabar por estourar pois é um grande acumular de emoções a obrigação de gerir muitas situações que sim, não posso dar-lhe ao luxo de perder a força.às vezes ela tenta fugir mas como eu corro mais que ela consigo sempre agarrá-la e o mesmo aconteceria contigo minha kida.Guerreiros somos todos nós quando nos aparece uma ou mais batalhas pela frente e teimamos em vencer a Guerra!...

Como em tudo na vida não há regra sem excepção, e eu aínda acredito que existem empresas que valorizam os seus trabalhadores.Acreditemos na pouca humanidade que aínda existe senão mais vale dar o fora desta planeta tão poluído de ódios, injustiças e guerras sórdidas apenas pelo poder!!!

Beijinhos...MUITOS

Maria Soledade disse...

Júlio, eu, Maria, que nunca te vi, que te conheço apenas através da tua mulher admirável, Lembro-me de ti. Todos os dias. E vou lembrar-te sempre, toda a minha vida, aconteça o que acontecer, com o respeito, a admiração que tu mereces de qualquer ser humano que se preze. O que não é o caso dos teus patrões e colegas.
Mostra-lhes de que fibra és feito, amigo. Vive!!!

Minha querida Maria,destaquei esta parte do teu comentário porque me sensibilizou demais!! Obrigada meu "amor"...Lá vai CLINEX!...

A D O R E I !!!

MUUUITO OBRIGADA/Beijinhos minha LINDA

Maria Soledade disse...

Paula, espero que sim. Que essa força DIVINA faça justiça!É essa força que me ajuda todos os dias a subir aqueles malfadados degraus de pedra secular sempre na esperança de encontrar uma réstia de melhoras!Ninguém tão bem como tu,sabe o nó na garganta que todos os dias me vejo obrigada a tragar, para poder transmitir essa força Divina com o maior LUTADOR que jamais conheci!!Eu, apenas simples espectadora de um espectáculo tão terrível, cabe-me a obrigação de o ajudar a vencer a GUERRA.

Obrigada pelos teus passos diários sempre carregada, obrigada pela tua sopa(que já me fez engordar), obrigada, MUITO OBRIGADA pela tua companhia.

Nesse canto onde existe só amor, acabaremos por VENCER...

Beijinhos...Muitos

Maria Soledade disse...

"Injustiças acontecem quando o nosso olhar desperta numa manhã cinzenta e já lá não está quem a gente ama".

Meu querido Kim,que bela definição de INJUSTIÇA!!

Bom, vale eu aínda ter o Klinex à mão! Sabes meu querido Kim,eu quero transformar essa manhã cinzenta numa linda manhã de sol e poder despertar o meu guerreiro nem que seja com um dos meus "berros" todos malucos..."FOGE,TU RESSONAS QUE NEM UM PORCO"!!AH, que saudades desses disparates...até de discutir já sinto saudades!!

Fugi ao tema mas, dá-me lá um desconto, e ,já agora vão tratando de uma ala psiquiatrica
pois não tarda estou a enlouquecer...

Sinto muitas saudades vossas também, mas não tarda um destes dias todos voçês voltam a aturar esta Soledade meio "tosca"...

Beijinhos ENORMES Kim

sofia de Abrantes disse...

.......passei por acaso, mas estou muito comovida......que Deus a ajude e lhe dê força, para continuar a ajudar o seu marido e apoia lo.
infelizmente este é o sistema que temos, lamentável...não imagino aquilo pelo que está a passar, apenas posso desejar, que tenha força e que Deus nunca a desampare.

as melhoras do seu marido
com carinho

sofia ferreira

Estrela d'Alva disse...

Soledade,

Porque nunca te acompanho nessa vontade de viver, nessa força que tens dentro de ti... porque já falamos um bom tempinho hoje e porque já metei saudades, "pouco" mais te tenho a dizer.

"Apenas" que me apetecia estar aí contigo, olhar-te nos olhos e dizer que te ADORO MUITO e que estava aqui para o que fosse necessáio, mas infelizmente separa-nos uma grande distância!

Assim, resta-me fazer o que posso, mandar-te mil beijinhos,
Estrela d'Alva

Estrela d'Alva disse...

Ops, enganei-me duas vezes:

Não é "metei saudades" mas sim, "matei saudades".
Não é "necessáio" mas sim, "necessário".

Beijinhos da tua Estrelinha

Vieira Calado disse...

Ser apenas um número

como os soldados da tropa

é que é pior...

Beijinho

Zé do Cão disse...

mão amiga trouxe-me a estas paragens. o nº 14, sofre a sua doença com dignidade, mas aqueles a quem ele serviu toda uma vida, além da falta de dignidade, tem comportamento desumano.

que lições podemos tirar da ligação de ternura de animais de espécies diferentes...em contraste com atitudes que nos fazem os nossos semelhantes...
com carinho

Maria Soledade disse...

Oh meu Bebé BOM, tu tens muita força sim,e de que forma,só que a tua pouca idade não te ajuda a compreender isso mas, pelo sim pelo não, aqui vai um pouco da minha que tadita também já começa a dar sinal de cansaço mas chega bem para as duas...OOOOUUUIPAAA...AGARRASTE? Segura-a bem,não a deixes escapulir e verás na menina FORTE que te tornaste num simples passo de magia!!!

Eu ADORO-TE TANTO minha pequenina que esquecer-te é de todo IMPOSSÍVEL!!Dizer-te que penso MUITO em ti é a mais pura verdade e eu sei que acreditas em mim. Por te quero muito, porque te adoro do coração não vou mais pedir-te mas exigir-te que...VIVAS!!Por favor minha querida,vive em pleno essa idade tão bonita porque o futuro meu amor é já amanhã e aí, apenas te resta olhar para trás e perguntar-te:O que fiz eu da minha adolescência?Escapuliu-se, e eu distraída, nem dei por nada!!!

Logo que possa volto a falar contigo e faço-te uma promessa SOLENE. Se o meu marido ficar bem vou ter contigo, 600km fazem-se bem, e levo comigo a xopita.Quero ver-te, quero sentir-te, quero poder amar-te...Se não for possível ir eu aí vens tu cá ficas comigo uns dias BONS e vou ensinar-te como a vida é bonita e vale a pena ser vivida!

ADORO-TE MUUUUUIIITO!!!

MUUUUUUUUUUAAAAAAAHHHHHH***********

Maria Soledade disse...

Querida Sofia, esta é a segunda vez que entra no meu blog e que tão carinhosamente me deixa um comentário. Peço desculpa, não só à Sofia mas a todos que nunca se esqueceram de mim, por não agradecer um por um, mas, o meu tempo e a minha vontade de escrever não era(é) nenhuma!! Desculpem, por favor!

A Sofia é amiga da Verdinha, pelo que percebi no outro trabalho, logo é minha amiga também.

Sim Sofia é o sistema que temos!!Esse malfadado sistema onde todos nós estamos inceridos e com o qual tão poucos de nós concordamos. Nunca temi lutas, e sempre que entendo ter razão não silencio a minha voz, nunca deixei que o medo disto ou daquilo tomasse conta de mim mesmo sabendo que muitas vezes a factura a pagar seja demasiado cara!!Só no dia em que a força me abandonar, eu abandonarei o meu posto de lutadora!!

Muito Obrigada
Beijinhos MUAH** MUAH**

Maria Soledade disse...

Amigo Vieira, nós somos um número em TUDO!!Na tropa,no trabalho,na escola,no hospital,na VIDA!!!!!!!


Beijinhos e muito Obrigada

Maria Soledade disse...

"que lições podemos tirar da ligação de ternura de animais de espécies diferentes...em contraste com atitudes que nos fazem os nossos semelhantes"...

ZE do Cão,fiquei feliz por essa "mão amiga"o ter trazido até ao meu cantinho! Já o li dezenas de vezes no lugarzinho da nossa Laurinha,talvez por isso me atreva a dizer que o "conheço" bem!

A mim e ao nº14, resta-nos uma enorme dignidade,uma qualidade moral da qual nos orgulhamos, mesmo sentindo que a "outra parte" infunde tudo menos RESPEITO!!

Salientei a sua grande VERDADE e interrogação através do parágrafo que mais me tocou!!

Muito Obrigada Beijinhos

Laura disse...

Nins, só hojte tive pc, aquela velha his´toria da avaria que tu já conheces, é que; volta e meia, acontece isso, mas, ao outro dia a Neide dá-lhe uma afinadela e, fica de novo a trabalhar...Andei doente como no outro dia,e sta evsicula precisa de ir prá reciclagem..se precisa, ou antes, preciso toda eu..
O teu número 14, merecia mais respeito da parte da Entidade, mas, nem vale a pena, quandod er, acredito que vais lá chatear como a coisa merece...porque mereciam ficar com o nome na lama, se mereciam, mas, vinganças não são connosco..beijinhos, muitos. laura

Maria Soledade disse...

Oh minha querida Xopita, acho que estamos as duas a precisar de uma bela reciclagem!!Física e moralmente...Mas, como somos fêveras duras de roer já viste se nos reciclavam? Ir-nos-íam transformar em quê carago? Tenta imaginar a tua vesícula reciclada, ou a minha cabeça? Deixo à tua imaginação...

Quanto ao "meu nº14" deixa comigo, pois podem vergar-me à vontade que eu não quebro!!Não sou dura de roer só por um acaso!!

Vou ver se consigo descansar a tola antes de ir pá reciclagem...a noite já vai longa e amanhã cedo quero estar no hospital que o Júlio vai fazer a traqueostomia e eu quero lá estar!Mais uma tentativa, mais uma merdinha...

E mais uma vez lá tenho eu que estar de pé como as árvores!!!MEU DEUS até quando, até quando eu vou ter FORÇA?!! Bom,terá de ser...SEMPRE!!!

Beijinhos Kida...MUITOS

MUAH*** MUAH***

Daniel Costa disse...

Soledade

Serei bastante emocional, habituei-me a ter apreço pela grande alma que tens demostrado.
Fico deveras emocionado e sem palavras, encorajamento é o que desejo deixar-te.
Beijos,
Daniel
Daniel

Parisiense disse...

Infelizmente minha amiga eu sei o que isso é...tornamo-nos apenas um numero e mesmo assim ele só é válido quando serve a lago, senão passou a validade e já mais ninguém se lembra.
Entendo e compreendo a tua revolta e estou contigo se for necessário para o que quer que seja.

Resta-me desejar que ele recupere, fique melhor e possa ele mesmo ir lá e dizer-lhes pessoalmente o que tu aqui escreves-te.

Beijokitas aos dois e coragem amiga.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Minha querida,

Venho deixar-te bem como à tua filha um beijinho e um aconchego ao Júlio porque vou me ausentar um pouco da internet e vou tentar me comportar como tu, uma guerreira !
Grande exemplo de força e amor !

Continuarei a rezar por vós 3 !

Verdinha

Laura disse...

Bom, Soledadinha, reciclagem a nóizinhas? nánaninaná... nem pensar... somos únicas, somos a laura e a Soledade, mais nada, somos nós...
Eu nunca duvidei de ti no caso de que quando estiveres mais solta, vais tratar de tudo á tua maneira...Somos calmas até que nos chateiam e depois, já não dá para travar...melhor assim do que parvinhas e burras...

Haja fé, já passou por tanto o Julio que é mais uma e no fim, muito tem ele aguentado, o homem é de ferro, caramba... e tu? ah, devias por muitos espinafres e bróculos na sopa, deve ser isso. beijinhos minha nina guerreira e aguenta-te..laura

mundo azul disse...

___________________________________

...e eu nem sabia do seu drama...Li lá na Laura.
Nada há para se dizer...Momentos assim, não precisam de palavras...

Mandarei sempre muita luz para o Julio e também para você.

Paz, tranqüilidade e muita confiança para o seu coração, Soledade!!!

Beijo de carinho...

_________________________________

*Lisa_B* disse...

Soledade...
Venho desejar-lhe muita força e esperança. Vi na Ana Martins o link do seu blog pois como estive ausente um tempo depois perdi-o de vista peço desculpa mas perdi certas memórias devido ao stress que tenho passado com o filhote.
Tenho a dizer-lhe que de facto somos apenas um nº desde o dia que os nossos pais nos registaram e obtivemos a cédula e depois o BI.
Somos um nº mas...uns são mais afortunados na vida defeito ou mais valia do dito nº ? Não sei...
Há nºs e nºs como sabe e sente isso agora mais que nunca.
Eu já sinto esse nº há muito tempo...mais exactamente há 6 anos.
Não desespere porque enquanto há vida há esperança...o dinheiro ? Sim, faz muita falta...todos precisamos comer,(aqui engloba tudo como vestir pagar todas as contas)...aprendemos a passar com o indispensavel e vemos que afinal nem custa assim tanto prescindir de tudo aquilo que nem nos fazia falta.
A consideração, o respeito, a humanidade,e todos os outros valores e sentimentos ausentes por parte da entidade patronal ou no caso de outra pessoa ou seja outro nº...eles são inexistentes na maior parte dos casos e como diz a Verdinha há ainda alguns casos na Policia, na parte militar etc em que a hombridade os valores passam acima desse nº e chega uma alma que se lembra de fazer o que é correcto e justo, dar o mérito, reconhecimento e dignidade ao nº em questão. Mas...falamos de Portugal e da situação actual do País em que se perdeu muito muito mesmo de valores e se os queremos temos de os receber apenas da familia e amigos mais proximos.
A força pode recebê-la de uns e outros e haverá quem se aproxime e queira ajudar como também os que se afastarão e sentirá que caiu no esquecimento...mesmo assim a Soledade é forte e resistente e uns dias mais abatida outros mais corajosa chegará onde precisam de si.
Neste momento os dois sofrem e a filha...ele fisicamente o que vai sentindo e psicologicamente não sei até que ponto estará consciente...mas a Soledade estará aí firme e quando precisa vem aqui desabafar e recebe mil beijos de incentivo e força de quem a ler.
As mulheres corajosas nunca desistem! As mulheres corajosas perguntam-se se conseguirão! As mulheres corajosas ...VENCEM! O seu marido sairá vencedor também dessa dura prova.
Quanto ao que eu acho sobre as pessoas no geral sejam empresas, estado, sociedade...falta-lhes muita capacidade de compreender quem sofre e por vezes preferem "esquecer" dá menos trabalho.
...Conheço muitas pessoas no hospital Sto Antonio e S.João se precisar de algo contacte para : clubeautista@hotmail.com
Não me conhece mas se sentir que desabafar ou alguma companhia lhe fará bem, deslocar-me-ei aí de imediato.
Beijinhos e muita força

Laura disse...

Olaré, com tantas amigas de gabarito, a menina nem deve ter tempo de se sentir só... Força nas canetas, digo nas canelas, bem, isso já eu sei que tens...Quem sabe para a semana, posso voltar a percorrer as ruas do Puerto e merendamos as duas, algo que eu farei, e se não der para estarmos naquele Bar tão barulhento, outros lugares haverá, quem sabe o quarto de algum doente surdo...para que possamos palrar à nossa maneira, pois Minhota e Tripeira dá cá uma fogueira!...
Abraços a ti menina do meu amor, e à tua joaninha querida...laura

Laura disse...

Menina do meu amor
Que passas a vida
Escondida
Em aposentos de dor ...

Menina Soledade
Que a esperança nunca feneça
Nesse coração
Nem a saudade estremeça...

E na saudade há amor
Há tempos que já pertencem
À eternidade porque a vida
Jamais pode atrás voltar ...

E o ontem e o hoje
Juntam-se e dão as mãos
Para lembrar que desta vida
Nada se vai levar ...

A não ser
O carinho que se deu
As palavras que se disseram
E as benesses que em nós viveram !...

Porque a nossa alma é límpida
Vive só para o amor
E de tanto amar
Vivemos carregadas de dor !...

Um beijinho à minha nina querida, de quem tanto gosto, a amiga que me ouve mesmo de longe!...

Maria Soledade disse...

Meu Querido Amigo Daniel,desculpa andar muito afastada mas creio que perceste os meus motivos. Muito obrigada pelas tuas palavras. Um dia quando o "mar" estiver mais calmo eu voltarei de novo à "praia" e nadarei com toda a força até todos voçês!

Muitos beijinhos/fica bem

Maria Soledade disse...

Querida Verdinha, soube hoje pela nossa Laurinha que o teu marido ía finalmente ser operado! Desculpa a minha falha,mas realmente desta vez passou-me o dia certo. Quanto a ser uma guerreira claro que vais ser ou não fosses tu...MULHER!!!

Muitos beijinhos e que tudo tenha corrido e continue a correr MUITO BEM...

Amanhã sem falta já te mando um sms,sem falta...

Maria Soledade disse...

Parisiense, minha Linda, pois é, a cena do tal número de que falo passa por MUITOS de nós o que é lamentável!!Chegamos à conclusão que temos mesmo de ser úteis até à exaustão e depois é tão simples como tratarem-nos como se fôssemos simplesmente...LIXO!!Resta-nos ter esperança que a humanidade mude, crie consciência,adquira valores(hoje tão em desuso),aprenda o que é amar o próximo...FOGE,o que estou para aqui a dizer??!!Ok,ok é o desgaste até porque não acredito em mudanças, muito menos a nível humano!...

Beijinhos minha kida e obrigada por te lembrares de mim...

Maria Soledade disse...

É minha kida xopita,nada de reciclagens até porque somos boas demais(ahahahah) para reciclar...vamos ficar assim, pequeninas mas fótis, como diz o meu sobrinhito neto de dois anos. FÓTIS, SEMPRE!!!Justas,SEMPRE!!Calmas?Só quando não tivermos a certeza de ter razão,porque injustiças eu não papo nem que as consequências me prejudiquem...

Bem,como te disse o Júlio ontem à noite fez a traqueostomia no bloco, hoje por acaso meteu-me muita impressão mas também já não aguentava vê-lo com aquele maldito tubo que lhe estava a destruír as cordas vocais e não só...como sabes é demasiado invasivo aliás como toda a porcaria de tubagem que ele tem, tadinho...Anteontem fez uma TAC para se perceber porque razão ele não responde a qualquer estímulo e hoje já soube o resultado.O quarto ventrículo está dilatado o que provoca uma enorme alteração neurológica!!Seja,hoje voltou de novo ao bloco para substituir a DVE.Sinceramente já perdi a conta das vezes que foi ao bloco, aos intensivos e que já pôs e tirou merda de tudos!!Estou cansada de o ver sofrer, de o sentir a ser cobaia, estou saturada de tantas experiências e tudo por culpa da merda das infecções HOSPITALARES!!Como é possível que esses f***da p*** dos políticos nos suguem tanto dinheiro em vez de investirem em serviços de prevenção dentro dos hospitais???!!Rasparta este povo que é tão carneirinho!!Agacha-se a tudo em vez de irem à luta!!Quase dia sim,dia sim, eu me revolto contra tanta porcaria e começam logo com a cena de que não estou a ser justa!!!PORRA!!!Ele foi para lá com um tumor e não com uma meningite, uma mielite, uma pneumonia e uma encefalite ora essa?!!Se ele sobreviver eu aínda me calo, quero-o é de volta, mas, se não conseguir juro-te que estou logo no jornal a escrever para que comecem a ABRIR AQUELES OLHOS!!!É demais!! Quase todos os operados de Neurocirurgia a seguir apanham uma porra de uma infecção qualquer...

Enfim, pronto, já desabafei...Ah, agora para cúmulo o Júlio tem como vizinho um gajo(RAMBO)ex-polícia que só levou com um martelo na tola até ficar com o crânio todo em papos...OOOOHHHH...que pena!!!Devía era ter marchado logo! Era tão JEITOSO que foi expulso da polícia!!Tinha a mania que era MUITO BOM, mas teve azar...pelo jeito apanhou um mais tolo do que ele!!Bem, contar-te o que lá se passa agora nem dá para acreditar, é mesmo surreal!!!Estão sempre 5 CAPANGAS à entrada de OBS a tomar conta para que não entre ninguém pa acabar com ele...olha, saímos de lá sempre com o coração nas mãos, nem imaginas...Veio no jornal,mas eu francamente não li!!Ele ficou em coma no S.João,foi operado e agora p'ra nosso mal transferiram-no para o Stº António!!MEU DEUS Laurinha, aquilo parecem MONSTROS saídos de um filme de TERROR!!!

BOM MINHA KIDA agora é que vou mesmo acabar...

MIL BEIJOKINHAS PATI

MUAAAAAHHH***********

**O teu poema está LINDO e VERDADEIRO!!!!

Maria Soledade disse...

Mundo Azul, muito obrigada pela tua Luz minha Kida. Deixa lá, aínda chegaste muito a tempo de me mandar LUZINHA e não eras obrigada a adivinhar!!

Kida muita Luz para ti também e fica com muitos Jinhos meus...

Muito Obrigada pelo teu apoio e pela tua atenção

Maria Soledade disse...

MINHA QUERIDA LISA B não te conheço??!!!Claro que te conheço e MUITO BEM!!O físico é o que menos importa!Sentir-mos o carinho das pessoas, o aconchego de uma palavra amiga mesmo através da blogosfera é por vezes muito mais importante do que conhecermos fisicamente pessoas...vazias!!!!

Ouve minha amiga Lisa, eu não quero que te preocupes comigo,tá?Tu tens o teu menino, todas as INJUSTIÇAS que têm caído sobre ele e ti o teu fardo é DEMASIADO PESADO e chega bem. Cuida dele minha kida, cuida de ti.Eu nunca te esqueci, e volta e meia ía ao teu blog ler-te.Ler a triste história da tua vida...e, lá está, de todas as injustiças que a PORCARIA do meu/nosso país tem feito contigo e com o teu menino!!!

Nós Lisa, pertencemos aos tais números menos afortunados!!Porquê?Não sei...mas talvez ELE saiba porque já me/nos fez passar por tantas provações!!!Começei bem novita,aos onze anos quando perdi(de repente)o meu querido Pai e, desde aí, tem sido uma farturinha de provações...Volto a perguntar:PORQUÊ? Não sei...mas talvez ELE saiba!!...

Mais uma vez te peço,cuida de ti e do teu menino e minha Kida só o facto de te teres lembrado de mim VALE OURO, logo p'ra quê a porcaria dos euros?!...


ADORO-TE LINDA!!!
BEIJINHOS...MUITOS MUUUAAAHH******

Laura disse...

Nossa, minha Soledade, como é possivel porem pessoal desse ai ao lado? é a tal coisa, o trigo e o joio... e entre eles venha o diabo e escolha, credo, cruzes...há gente má cumó caraças.
Já deu para evr que a tua vida nada tem de rotineira, andas sempre no alró das dores das confusões que sei lá, minha querida, oxalá siso acabe rápido e possas regressar ao teu lar com o Julio aconchegadinho, e, que a vida volte a sorrir...
Beijinhos, muitos, laura

Ana Martins disse...

Minha querida amiga Soledade,
sei bem que não é o momento certo, mas não posso deixar de te dizer que há uns miminhos no meu blogue para ti.

Deixo-te um beijinho grande e desejos de rápidas e grandes melhoras para o teu marido,
Ana Martins

Je Vois la Vie en Vert disse...

Querida Amiga,

Tenho pensando tanto em ti!
Tenho uma grande admiração por ti, sabes ?
Que maravilhosa mulher, esposa, mãe, tu és. És tão dedicada e tão forte !
Mais uma vez, sinto-me muito favorecida ! O meu marido já se levantou hoje e consegue andar sem dores.
Sinceramente, gostava tanto de te ler dizendo as mesmas coisas do teu marido.
Continuo a pedir a Deus o melhor para ele e para ti.
Muitos beijinhos, amiga querida

Verdinha

Laura disse...

Um resto de tarde, melhor que todas as tardes que já passaste, em serenidade, em paz e amor..mas que tempo tão mau, eu aqui aconchegada no calor do meu lar, e tu ainda tens de apanhar chuva para chegar a casa, ai minha Sol, minha sol...beijinhos da tua xopita amiga, laura

*Lisa_B* disse...

Querida Soledade,
não estava a par dessas situações todas do marido no hospital, acontece a alguns mas todas essas começa a ser demasiado para um doente só.
Há uma nelgigência apesar de sabermos que as infeções hospitalares sempre que se entre e sai num bloco de cirurgia é esse risco que eles mais temem hoje em dia e não devia ser se de facto os hospitais estivessem dotados de maior capacidade ...mas...quem apregoa TGV e Magalhães depois não tem dinheiro para o mais essencial que é a vida e qualidade da mesma dentro de um hospital...ali fica-se à mercê da sorte ou azar...da autoimunidade ou da fragilidade a que o doente após longo tempo de internamento se confronta.
Fico ainda mais triste e revoltada com quem apoiou o PM que não sente estas dificuldades e outras, porque ele se for internado é de imediato para o melhor hospital privado e até mandam isolar todo um piso só para ele e os seguranças etc...por isso a nossa realidade pertence a nós...infelizmente.
Não sei que diga ou faça que a possam fazer sentir-se menos mal mas já me ofereci caso lhe seja util desabafar não se preocupe que o meu menino compreende e aliás ele já rezou mas vai rezar mais e pedir para que as coisas melhorem por aí.
Aqui...ele tem de sofrer e eu o que nos foi destinado para aprendermos e crescermos com uma visão mais alargada do sofrimento geral e nosso...é a nossa cruz, não a podemos negar pois Jesus também não a recusou, aceitar é o melhor a fazer.
Disponha de mim sem problemas se precisar, se vir que lhe faz bem...não me vou impor mas pode contar comigo.
Sei que tem muitas pessoas amigas e familiares com quem pode falar mas mesmo assim ...disponibilizo a minha pessoa e amizade se precisar.
Sabe o que aprendi Soledade? Que não conseguimos fazer tudo sozinhas...então fui buscar ajuda numa advogada, e nas médicas que seguem o meu filho e sinto-me menos sozinha nesta luta de injustiça contra mim e meu filho. Se eu não fosse buscar esta ajuda, e dado a morosidade do processo em tribunal e as sucessivas acusações...eu teria já sucumbido aos comprimidos ou às horas sem dormir mas qualquer pessoa precisa dormir, desabafar e ter uma palavra amiga por vezes faz a diferença...também fui recebendo algumas palavras amigas, gestos que nunca esquecerei.
Desejo que a partir de hoje possa ler coisas diferentes , que a situação serenou e que o marido saia daí em breve e restabelecido dentro do possivel.
Beijinhos e que a força esteja com a Soledade e marido.

Laura disse...

olá Lisa, já tentei entrar no teu blogue vezes sem conta, e a paciência esgota-se pois não abre emsmo,a té pensei,d eve ser interdito..
mas, tenho lido aquie ali, e, a vida lá vais eguindo..
beijinhos para ti, Bruno e que a vida vá decorrendo plo melhor..laura

Parisiense disse...

Passei só para te dar um beijinho cheio de carinho e muita força.

Aquele abraço.

*Lisa_B* disse...

Olá Laura,
humm ? És a única que não consegue lá entrar e não percebo o porquê visto que nem está pesado pois passei todos os selinhos etc para o outro blog para esse efeito de maneira que no Ser Cristal apenas tenho fotos normais e simples em tamanhos e formatos jpg que são pequeninos, não tenho PPS(power points) expostos pelo que não devia acontecer e como não tenho ninguém bloquado também...não sei porque não consegues entrar mas...
Também deixei de te enviar comentários porque como disseste que foste esquecendo...eu fui-me afastando ,com dor mas respeitando.
Fico contente quando vejo que todos do grupo se sentem bem e felizes.
O Bruno e eu vamos aguentando em silêncio o que nos impõem.
Beijinhos para ti e todos.

Laura disse...

Não Lisa, não foi isso,s empre tive dificuldade em entrar lá, muitas e muitas vezes e foi por siso que fui desistindo, nunca vos esqueci, isso não...é que fico ali à espera, acredita que é verdade...e, desisto..beijinhos, laura

Conversa Inútil de Roderick disse...

Sol. Cá se fazem, cá se pagam. Há-de chegar a vez deles! E depois descobrem que também são apenas um número! Mas aí já é tarde! E terão o que merecem!
Beijos, amiga