Pensamento de um português suave:Penso logo desisto...

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Dos Ratos e Dos Homens

Guardei religiosamente uma revista da Grande Reportagem,já lá vão uns dois anos,onde nos deram a conhecer a "vida" no bairro 6 de Maio.Não sei que adjectivo usar para classificar a reportagem"Show de bairro"(GR230).A minha imaginação percorreu vários,mas nenhum cabe no excelente trabalho a não ser o próprio:"Excelente"! Os sentimentos confusos atrapalham-me o jeito de folhear as páginas.Apesar de entender que a vida no bairro 6 de Maio gira em torno da droga,violência,prostituição,que é um mundo à parte,muito fechado,não deixei de experimentar um sentimento muito especial por esse "mundo"onde as ratazanas partilham a cama e o prato dos habitantes,as brincadeiras dos meninos se resumem a desafios e fugidas à polícia, jovens com idade para saborear saudavelmente a vida se lambuzam com ganza, e os velhos dão espaço ao dia do juízo final,sem perceber onde ficou a felicidade-se alguma vez existiu.Bairros problemáticos,onde o medo impera,pessoas problemáticas,que muitos julgam e tratam abaixo do valor das ratazanas.E onde fica o lado humano?Esquecido.Só não o esquece quem vive abaixo do limite da miséria, como no 6 de Maio,onde alguns sobrevivem com o Rendimento Social de Inserção em troca da inserção na sociedade.Sei que é utopia,mas seria bom que algum governante levasse para a sua secretária envernizada os filhos do 6 de Maio...

1 comentário:

Orlando disse...

Trazes no coração a melancolia das coisas não conseguidas, mas chegarás ao que almejares com a mesma facilidade com que te entregas à vida. Sorri, olha ao longe, e verás que há algo (ou alguém...) que nunca tinhas imaginado esperar por ti, para dar-te a primazia das jóias preciosas, o calor de um coração quente, o privilégio da selecção, o despertar do sonho, enfim, aquilo por que sempre suspiraste secretamente! ORLANDO