Pensamento de um português suave:Penso logo desisto...

terça-feira, 9 de junho de 2009

ASSASSINOS DE ESTRADA


Adormeceste...

Para sempre!...


Foste mais uma vítima inocente

Desses assassinos de estrada!


Para quem a vida alheia

Simplesmente...

Não vale NADA!!!!


Devoram-se lágrimas em silêncio...

Vai uma jovem partir...


Fere-se o ar

Com soluços...


Atapeta-se com flores

A estrada que irá seguir...


Vestida de Céu brilhante

Essa estrela cintilante

Bordada com muitos amores

Nem se pôde despedir!...


Foi no ápice de um momento

No sopro de um lamento

Que deixaste de sorrir...



Foste vítima inocente

Desses assassinos de estrada

Para quem a vida alheia

Simplesmente...


NÃO VALE NADA!!!....


Dedicado a uma jovem que partíu tão sómente porque...uma besta não respeitou o sinal vermelho!!!!!!!!

7 comentários:

Laura disse...

Minha querida.
Talvez essa pessoa esteja já cheia de remorsos, de vergonha de ter feito o que fez... certo, não irá trazer a nossa nina de volta, mas...há.de doer fundo no coração de quem não respeitou o sinal. Nunca é de propósito que esses acidentes acontecem, só que...foi naquela hora, infelizmente...

Um beijinho, e deixe-mo-la ir, tão simples assim, porque será cuidada e amada do outro lado... daquele lado para onde iremos também, em breve, e, ela estará lá, e a vida continuará, porque a nossa vida nunca acaba...
Um beijinho da tua laura, que te quer muito bem...

Ana Martins disse...

Querida amiga Soledade,
como sei do que estás a falar!
Foi assim que à 11 anos morreu uma das minhas primas, tinha apenas 16 anos, não foi nos semáforos, mas em plena passadeira, o que vai dar no mesmo.
Meio ano depois morreu o meu pai com um carcinoma no esófago, já lá estava bem sei, mas o desgosto da morte da minha prima foi a causa do seu apressado desenvolvimento.

Por mais que me esforce não consigo entender o que estas pessoas têm na cabeça, que queiram brincar com a sua própria vida é uma coisa, que brinquem ao ponto de pôr a vida dos outros em risco é outra.

Beijinhos querida amiga,
Ana Martins

Laura disse...

Pois é, há demasiadas mortes na estrada, todos culpam o alcool, e na verdade assim é, mas, nada se faz contra isso. Continuam a beber desalmadamente, mormente, sabendo que amanhã pode acontecer o mesmo... Por mim, dou comigo a pensar que! menos vinho à venda, mais videiras arrancadas, ou misturar as uvas (na Biblia já fala disso)com outros liquidos, tais como sumos de outros frutos, que fique a saber bem, mas, nunca atinja a percentagem que o alccol do vinho, trás!... Já li sobre isso, e realmente, o que acontece é que o Homem apenas quer o que lhe arrase os sentidos, para depois ele arrasar com o sentido dos outros!...
Mas, até lá, muito vinho aind avai correr, muitas uvas farão o seu papel na vida de muita gente, infelizmente, um mau papel!...
Beijinhos minha querida, abraça a tua filha, sobrinha e a todos...

Ana Martins, na verdade a ausência dos que amamos, dói, dói e pouco a pouco vai-se transformando em saudade, mas, é a única forma de viver que conhecmeos, porque; se soubessemos mudar de pensamento e estado de espirito com facilidade, não haveria sofrimento, e, infelizmente, ele faz parte da nossa vinda à terra!...
E todos os que bebem, deviam ficar quietinhos em casa, mas, quem os obriga a isso? e entretanto continuam a afze ro memso, milhares de vezes todos os dias, por todo o mundo!...
Um beijinho da laura.

rouxinol de Bernardim disse...

Este blog é serviço público1 Há que lhe dar os parabéns pela capavcidade pedagógica! É caso para dizer: «tiro-lhe o meu chapéu!»

girassol disse...

Um abraço de carinho para ti Soledade neste momento. Fica por aqui o meu beijo amigo.

Maria Girasol

Je Vois la Vie en Vert disse...

Sendo amiga da Laura, li no blog dela o teu desabafo e a tua dor.
A morte dum ser querido é sempre dolorosa e lamento que tenhas que passar por isso. Mas não guarda rancor no teu coração porque isto não te vai ajudar e a tua amiga provavelmente já perdoou a quem lhe tirou a vida.

UM BEIJINHO da

verdinha

Laura disse...

Eia, tantos amigos aqui! Nesta hora de dor, assim, sentirás que não estás só, e, tem calma, a vida voltará a sorrir, porque assim tem de ser..Beijinhos meus, a todos, laura..