Pensamento de um português suave:Penso logo desisto...

quinta-feira, 11 de junho de 2009

PRECISA-SE


PRECISA-SE


Empresa em grande expansão sediada em todas as regiões do país recruta trabalhadores. Em conluío com a realidade do país, aproveita ao máximo a mão de obra qualificada e mal remunerada.


Exige os seguintes requisitos:


-Habilitações mínimas: 12º ano ou formação universitária

-Gosto pela exploração do trabalhador

-Disponibilidade para trabalhar sempre que o patrão mandar e...sem refilar!!

-Alta energia física e mental, para aguentar horas extras(pagas como horas normais), e, executar todo o tipo de tarefas...


Oferece:

-Apoio moral

-Funções em desacordo com as habilitações académicas

-Contratos renováveis de 3 em 3 meses até ao prazo limite de um ano

-Salário mínimo+ uns trocos para uma sande

-Formação contínua de trabalho

-Para combater o cansaço, uma pausa de 10 minutos para descansar o físico e aproveitar para questionar os neurónios sobre o porquê de tanto tempo perdido a estudar!!!!


Nota:


Não se elimina os candidatos que, (sem alternativa de escolha),permitam ser remunerados a recibos verdes. Os descontos para a Segurança Social serão da inteira responsabilidade do trabalhador.


Se reúne os requisitos acima mencionados envie o seu curriculum vitae para: Departamento de Recursos Desumanos ou através do e-mail: paisemcrise@2009.portugal


Amigos: Esta brincadeira é a realidade do "emprego" no nosso país!!!!!


SOCORRAM A ESPERANÇA DE EMPREGO SIM, MAS COM DIGNIDADE E RESPEITO PELO TRABALHADOR!


14 comentários:

Pena disse...

Oh, Linda Amiga:
São as realidades que vemos no nosso Portugal maravilhoso. Desencanto. Tristeza. Falta de empregos condignos. Ausência de atentimento personalizado e desejado. Afinal, seremos seres humanos como noutros países? Parece-me que não.
Ainda bem que possui bom-humor que tudo supera, encanta e delícia.
Parabéns pelo post e por ridicularizar um pouco, a ausência de emprego que cada vez se agudiza mais.
Excelente, amiguinha. Adorei!
É um exemplo adorável e extraordinário de nossa triste existência num Portugal lindo de morrer. O que lhe fizeram, meu Deus...?
Uma introspecção profunda do seu carácter fabuloso e admirável.
Ainda estou incrédulo e boquiaberto pela fabulosa magia da sua narração crítica e muito criativa.
É Linda...sabia?
VOCÊ possui uma sensibilidade e um sentir muito seu, de uma pessoa com um carácter de pessoa de bem.
MUITO OBRIGADO pela amizade!
Beijinhos agradecidos de muito respeito e estima pela sua gigante significação doce para todos nós.

Pena

Bem-Haja, amiguinha doce.
Se puder votar vote, ficaria feliz!
Desde já o meu sincero agradecimento comovido e sensibilizado pela sua grandeza do seu ser e sentir.
Perfeito!
OBRIGADO!

O QUATORZE disse...

Olá. Boa noite
Fico muito grato pela visita ao meu humilde espaço e alem do lindo comentario,
Li um pouco do seu e encontrei-o bem elaborado e muito interessante, voltarei de bom agrado para mais leitura dos anteriores dias passados.
Neste momento o tempo é escasso mas arranjarei mais um pedaço.
Muito prazer e até o dia de regresso.
Amizade
LUIS 14

Laura disse...

Bem, menina, se a menina ainda anda à procura de emprego, a coisa tá feita prás ninas da nossa idade...
Mas, podemos safar-nos, como empregadas de emsa, lá na avenida, de mini saia, ah, já imaginaste o furor e a clientela a subir, a crescer e as gorgetas também?...ah, com os nossos secretos atrativos...hum, mas que ricas vamos fizer, nóizinhas, e, claro, depois vamos para um certo club de Jaz, onde ando mortinha por ir, ouvir tocar trombone, clarinete, saxafone, o que for, mas...havias de ver...enfim, ali mesmo a uns matros mais acima, tem um amigo meu que agora é estátua (o santo padre, ) e vou lá sempre que posso, por vezes venho pelo mesmo caminho e lá está o club, sempre fechado.Decerto deve abrir a horas mortas!...
Beijinhos, e qual empregos qual carapuça..e depois como fazriam para repor o dinheiro que já nos tiram há anos e anos?...laura

Roderick disse...

Então o que me arranjavas para fazer? eheheh

Roderick disse...

Como empregada de mesa e minisaia eu, não!!!!!!!!!!!
ahahahahah

Maria Soledade disse...

Oh meus queridos:Esta foi a forma que encontrei de dar asas ao meu sarcasmo sobre um tema que me aflige e muito!Tudo o que escrevi é hoje a realidade dos empregos no nosso mísero país!Os nossos jovens, a maioria com o 12ºano e muitos com cursos superiores, sujeitam-se a vencimentos de miséria, a desempenhar funções que nada têem a ver com as suas habilitações académicas(muitos sujeitos a recibos verdes)e a contratos que a maoir parte das vezes não excedem o ano!!LAMENTÁVEL...mas,se querem ter "emprego" que remédio senão sujeitarem-se a condições de trabalho nada proporcionais ao seu mérito, ao seu valor...
:::::::::::::::::::::::::::::::::::

Mas,supondo que eu seria a empresária da suposta empresa(desculpem a redundância),que seria de...de quê caraças????
Ah, já sei!Acho que agora o que 'tá dar(salvo seja), são as sexy-shop...ora, vai daí,eu punha a Laurinha com umas meias de liga (comestíveis)sim, porque acho que há disso e um top de gelatina(também se come)dizem...(eu nunca vi!!)a vender bonecas insufláveis aos man's e o Rod (diminuitivo)como é um sexy man(é giro ele!)punha-o de chicote na mão à entrada do shop para convencer as meninas a entrar e comprar...se com medo do chicote ou não pouco importa, pois o importante é...vender!Sim, porque só vos pago à comissão, portanto,quanto mais venderem...melhor! Ah, e ao fim do dia quero essa loja arrumadinha e os respectivos vidros a brilharem...Tirem lá dez minutitos para abucanharem uma sande...Se quiserem descontos para a Seg Soc
estão à vontade podem fazê-los porque eu,o patronato, preciso é de lucros.Ahahahahah...

Maria Soledade disse...

Ah, esqueci-me do fato de couro do Rod com cinto e ombreiras cheia de bicos, ou lá que raio é aquilo!!!

É a pressa caraças...

Laura disse...

Ahhh menina, se me pusesses à porta a vender uns charritos, a coisa rendia mais e nem precisavamos do Rod pra nada, ahhh atã esse Rod é o rederick? ahhhh nem tinha pensado nisso e eu a perguntar-me; mas que raio quem é o ROD? ahhhhh ó roderick,sorry, sorry, credo, nem vi que eras tu...mas, euzinha vestida e calçada dessa forma já tava de gelatina derretida com o calor que aperta, e a minha mini saia? e onde metia os papos? ahh ganda tola...deixa-me entrar na linha que segundo as amigas e os amigos, a coisa tá aderreter por ai abaixo e num tarda tou esquelética e aí sim, posso usar as ligas, podem ser as do ronaldo, valem um milhão cada uma...
Enfim, que desperdicio de dinheiro que ajudaria o mundo a comer melhor...
beijinhos e desculpa lá ó roderick...tudo bem, alinho...laura.

Ana Martins disse...

Parabéns pelo post Soledade, muito bem descrita aqui uma das tristes realidades do nosso País.

Beijinhos,
Ana Martins

Parisiense disse...

Uma dura realidade neste país e não só.

Pena que as pessoas sejam julgadas como numeros e não como seres humanos.

Este caminho mete-me medo.....o mundo deixa de pertencer aos seres vivos e passa a pertencer ás maquinas que tudo controlam!!!!

Adorei conhecer-te.
Espero que te sintas melhor...

Beijinhos grandes

Laura disse...

Tamém digo, os sentimentos humanos tendem a desaparecer, e ficaremos robotizados num ápice...Beijinhos.

Laura disse...

Tão minha amiguinha querida? O calor derrete-nos as banhas todinhas, né?
Eu sei que vai demorar a ficares risonha e feliz, mas, um diazinho vais acordar e sentir que o sol nasceu de novo, para ti, sómente para ti..Beijinhos meus..laura.

Laura disse...

Agora so me dá pra fadinhos corridos, fadinhos vadios, e por ai fora, mas, o que é um fado vadio? é pra cantar no vadianço, ou é preciso enfiar a smãos nos bolsos para que seja um fado vadio? hum, explica ai..beijinhos.

Cátia Alves disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.