Pensamento de um português suave:Penso logo desisto...

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

SAUDADE...


Num vôo inesperado

Cortaste as amarras da vida!

Talvez,sobre um mar encapelado

Andasse o teu bote à deriva!...


Já não faz sombra a luz que te ilumina!

Já não te ferem espinhos de rosais!

Apenas a tua imagem te domina

O que doía já não existe mais...


No reino onde acabou teu reinado

Subiu ao trono a Bandeira Nacional

Velaram teu corpo lado a lado

Fardas em riste com toque Real!


Com honras de militar

Houve Salvas no teu Adeus

Entraste no Céu a brilhar

Com sonhos que eram só teus!...


Esse Adeus onde a dignidade

Tomou o papel principal

Esse Adeus onde a saudade

Será uma nota imortal...


Em silêncio...


Comtempla-se a longa avenida

Que terás que atravessar

Lágrimas de despedida

Perdidas por não te falar!...


Em silêncio...

Respeitamos a tua vontade!


Em silêncio..

Lutamos com a saudade!


Tudo em silêncio...

Não te queremos acordar...


Em silêncio...

Apenas te queremos beijar!


Com acordes de um sorriso maroto

Compõe-se a nossa saudade

Que seja tocada a teu gosto

A música da felicidade...




Ora solto,inquieto,em leda travessura,em doce encanto, assim te recordo meu Querido Bruno...


Até um dia destes...




48 comentários:

Maria disse...

Kida
Que linda e sentida homenagem ao teu menino!
As palavras nada dizem, quando se passa por uma dor tamanha.
Por isso, um grande abraço da tua

Maria

Laura disse...

Sol...Sol...nada mais digo, nada mais sei!... E aqui haverão dores escondidas, lágrimas disfarçadas...
É assim que as cosias são! Infelizmente..Beijinhos, muitos. doridos, mas, a vida trás de tudo... Um abraço apertado, muito apertado, da laura

*Lisa_B* disse...

Querida Soledade,
tenho no meu cantinho um anjinho que reza por quem sofre...talvez ele tenha guiado quem a mim chegou.

Os Brunos de nomes lindos e corações de ouro e cristal sofrem tanto que um dia pensam desaparecer de cá e ir para de onde foram enviados à Terra com uma missão.

O poema chora a dor no silencio respeitoso e comovido...mas pretende é gritar, soltar para o infinito o porquê...mas de nada adiantaria porque há coisas que não se podem recuperar, apenas aprender e aceitar...ou não.

Que Deus proteja todos do tormento que a vida por vezes pode significar.

Espero que a força continue e que em breve as noticias se façam soar como andorinhas anunciando a Primavera.

Beijinhos nossos (3)e obrigada pelo carinho

maria paula disse...

Quando eu te perguntava: tudo bem contigo,Bruninho?
Com um sorriso lindo e maroto,tu respondias:tudo bem,tia.
Não vou ouvir mais a tua voz nem ver a tua cara morena,nem chamar-te gato lindo.
Ficam para as sempre as recordações do meu primeiro sobrinho.
As asneirinhas que fazias com as primas, todos pequeninos,são uma tela pintada na minha mente.
Mas as cores mais vivas, são as de três meninos enfiados num lago, feitos peixinhos,todos molhados, num dia de inverno.
Cresceste e a vida não conseguiu colorir o teu coração.
Partiste e na tua viagem sem regresso,tiveste a receber-te um acorde de vilolinos e ainda uma mâo que te deu as boas vindas,porque também gostava muito de ti.
No teu novo cantinho quero que sejas muito feliz e continua sempre a sorrir para todos nõs.
Um dia juntaremos as nossas mãos e vou perguntar-te de novo:tudo bem contigo,Bruninho?
Até là ,muitos beijinhos de saudades da tia Paula.
Ficarás sempre no meu coração.
Adoro-te

Parisiense disse...

Saudade que não conseguimos preencher pelo vazio que ficou.

Mas saudade é recordar tudo o que de bom tiveram juntos....e isso nunca ninguém conseguirá apagar do teu coração, do teu pensamento.

Um abraço bem apertadinho cheio de todo o carinho que neste momento gostaria de te dar.

Força amiga, nós estamos sempre aqui para o que precisares.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Partiu com todas as honras porque ele as merecia !
Deixou cá as saudades
daqueles que o amavam e
que vão continuar a amar
até um dia se reencontrar.

Linda e poética homenagem fizeste para o teu sobrinho Bruno !

Onde ele se encontra, agora em paz , está a sorrir com ternura para a sua querida tia.

Um grande beijinho cheio de forças para ti, minha querida Soledade.

Verdinha

Pena disse...

Oh, ENORME Poetiza Amiga:
Um poema soberbo e delicioso do seu sentir numa homenagem a alguém que "partiu".
Sabe, sinto e penso que a sua amizade é linda para com toda a gente. "Isso" faz de si maravilhosa e doce.
Tem um coração gigantesco de pessoa de bem, sabia...? É linda, pura, terna, admirável e perfeita no meio de tanta dor, sofrimento que esquece e se transforma num Ser Humano fabuloso.
Adorei a poesia. Transporta-nos para momentos menos agradáveis que vivemos, mas sem entender, eleva-nos numa prece junto de Deus e do Seu encanto.
Já alguém lhe disse que era MARAVILHOSA...? Sabe, bem que é.
Significa imenso no coração das pessoas porque tem um coração lindo e puro.
Adorei.
Parabéns sinceros pela poesia extraordinária, numa pessoa de bem.
Beijinhos mil.
Com respeito, estima e muita consideração.
Sempre a tê-la como amiga linda e poetiza de sonho.

pena

MUITO OBRIGADO pela ternura deixada expressa no meu blogue.
Bem-Haja, fabulosa amiga.
Força!

Tentativas Poemáticas disse...

Querida amiga
Tantas vezes penso em si! Entro no blogue e verifico que algo não está bem. Porém não compreendo. Também ando afastado, ou melhor, entretido a publicar os meus contos da Guerra Colonial para me distrair. São trabalhos que apenas precisam ser copiados. Inspiração? Não! Essa fugiu-me e não sei até quando.
Junto-me à sua dor, num momento em que me sinto habituado a ela.
A artista plástica Artista Maldito (Isabel Lassuta Monteverde) é minha namorada há quase dois anos. Encontra-se gravemente doente.
O meu filho, com quem habito, também está à espera de intervenção cirúrgica à coluna.
A sua companheira é natural da sua terra, alguma vez lhe disse? Mulata mas filha de pai português. Acabou de me dar um netinho.
Estou a falar demais, não, amiga?
Desejo que continue com toda a sua força criadora a maravilhar-nos com a sua poesia.
Beijo grande com muito carinho.
António

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Soledade,

Sabe o que é gostoso? É receber visita de quem a gente gosta... o sorriso abre, os braços esticam e o abraço sempre vem apertado de carinho. Sei que a vida muitas vezes machuca, mas não podemos esquecer que tudo nesse mundo é transformado... sempre!

Agradecemos sua participação na premiação, menina linda do meu coração.

Todos os MUUUUAAAAAAH'S jogados no ar pra ti.

Rebeca


-

mundo azul disse...

________________________________

Nenhuma palavra ameniza a dor que envolve a partida de uma pessoa querida... Apenas o tempo, esse fiel aliado dos sofredores, vai cicatrizando as feridas, atenuando as marcas que rasgam em dor...

O meu carinho, a minha amizade e o meu desejo muito sincero de que você, aos poucos, vá superando esse capítulo triste de sua vida.

Beijos de luz!!!

_______________________________

Daniel Costa disse...

Maria Soledade

Escreveste um poema muito belo e sentido. De facto mostraste uma grande sensilidade e muito sentimento.
Curvo-me perante o que deu aso e esse sentir.
Em silêncio penso: sempre apreciei o compartamento, da poetisa eternamente sensível.
És tu!
Beijos
Daniel

rosa-branca disse...

Olá amiga, obrigada pela visita e comentário. É sempre bem vinda ao meu cantinho. Faço minhas as palavras que aqui foram deixadas, poucas mais tenho para dizer... mas quero deixar-lhe um enorme beijo com todo o meu carinho. visite o cantinho de uma amiga, tem lá um poema para todos os jardins que perderam suas flores. almarude.blogspot.com

Nesse jardim de urtigas
Onde moras Soledade
Moram as tuas amigas
As dores e máguas antigas
E até mora a saudade.

Beijos muitos

laura disse...

Linda a poesia da rosa branca, vê-se logo que é uma alma, poeta...Beijinhos minha querida sol, e que ele volte a brilhar dentro e fora de ti...laura

Ricardo Calmon disse...

Me locupleto da tua dor,e te garanto ele contigo está,amalgamado em peito teu,Kida linda e por nós amada!
Obrigado paixão em amizade forma,por comentário seu,filho meu por mim digita e acolhe lágrima e docíssimos sorrisos,aqui no cti,todos choram,pela narrativa a filho meu,neste laptop da Vida!
ELEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
com voce está e assim ficará ad infinitum!

bezu na almaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

Viva Vida!

Ricardo Calmon disse...

Olá amadérrima poeta nossa,afMaria,em primeira mão te digo,estou tendo alta agoraaaaaaaaa,sniffffffff,gostaria que esposo seu também,coisas da vida,não é verdade?

Obrigado querida,pelas ternas palavras em comentario meu!

Te amuuuuuuuuuuuuuuuuuu,pessoa linda nossaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

bzu mãos suas!

Viva Vida!

smaaaaaaaack!

Laura disse...

Beijinho a ti, e que os dias passem, resolvendo de vez a tua ansiada esperança...e a de todos os teus...
grande abraçoe beijinho da tua laura.

Laurita disse...

Olá querida amiga, obrigada pela visitinha e comentário. Quanto a entrar sem avisar? Eu já a esperava querida amiga e está à vontade sempre que quiser está bem? Quero também deixar-lhe um grande beijo e força minha amiga. Beijócas com carinho.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Hoje amanheci com essa música na cabeça e resolvi compartilhar...

http://www.youtube.com/watch?v=MJfQXS1hKDo

Depois de um dia estafante, essa música sempre acalma.

Que sua quarta seja de luz, menina linda do meu coração.

Rebeca

-

Joao Norte disse...

Um poema bonito no sentimento da tristeza.
Não tenho mais palavras.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Queridos amigos,

É com aquele SORRRISO ENORME que viemos dar as boas novas. O Néctar da Flor ganhou o 1 lugar na Gazeta dos Blogueiros. Não teríamos chegado a essa colocação se não fosse o apoio e a consideração de todos. Queremos dizer que o troféu não é nosso, o número 1 faz parte de uma família que construímos nessa blogosfera. Então, meus amigos, somos o número exato pra multiplicação exata de carinho.

Beijos jogados no ar, SEMPRE!

-

Laurita disse...

Voltei para saber como está e como não tenho flores na jarra vim apanhar uma urtiga. Não tenho medo delas, pois morei no campo, mas que são danadas e picam que se fartam é verdade. As suas urtigas são mais dóceis. Beijócas com muito carinho

Conversa Inútil de Roderick disse...

Beijos, amiga.
És o Sol que o alumia lá em cima!

Laurita disse...

Obrigada querida amiga pelos votos, quando se trata de desejar bem, nunca se chega tarde. Quanto aos olhos são iguais aos de um irmão que tive (mais uma mágua). Esse meu irmão deixou 2 gémeas e nenhuma tem os olhos iguais aos dele. Na familia é unico. no outro blog almarude.blogspot.com fiz um poema aos olhos da minha filhóta. Beijócas querida amiga com muito carinho.

Tentativas Poemáticas disse...

Querida amiga

Venho desejar-lhe os melhores votos de SANTO NATAL e um óptimo 2010, sobretudo com aquilo que sempre considerei mais importante: a SAÚDE.
Beijinhos com ternura


António Pais

--
http://antoniopais1.blogspot.com
http://contosdaguerracolonial.blogspot.com

Bichodeconta disse...

Penitencio-me pela ausencia num lugar de tanta dor.Não ameniza, mas a vida prega-nos partidas de tal forma grabdiosas que o mundo desaba sobre nós.Feridos, maltratados por dentro e por fora, quando saímos dos escombros não há nada á nossa volta.Dia de Natal fará 20 anos que partiu o meu irmão mais novo, tinha então 24 anos, tinha casado em Setembro e nada faria pensar que tinha chegado o seu dia. No lugar onde está tem com ele o nosso pai, meu e dele, digo muitas vezes que está sentado á direita do pai, e que o seu reino não terá fim.Pelo menos não terá no nosso coração. Junto a minha á tua voz nesse grito desesperado que por vezes nos arranca as entranhas. Dói até ao mais profundo de nós. O QUE EU TENHO PERDIDO POR NÃO CONHECER ESTE ESPAÇO DE QUE GOSTO E ONDE PENSO VOLTAR SEMPRE QUE O TEMPO O PERMITA.Deixo um abraço de ternura, deixo a promessa de voltar e bater á porta levemente.Se não estiver, deixarei a minha amizade. Coração sofrido esse.saia dos escombros , sacuda com força cada pedra ou grão de pó, tente, melhor, consiga vover e sorrir pelo Bruno.Lá no alto, numa estrela do firmamento encontrará brilhando intensamente um sorriso que ele devolve.Beijinhos, Ell

Je Vois la Vie en Vert disse...

Olá querida amiga,

Hoje o tempo passado foi muito bom mas sentimos muita falta dum Sol para iluminar ainda mais este encontro ! Este Sol estava no entanto no nosso coração mal grado a chuva.

Muitos beijinhos ou

MUUUUUUUUUUAAAAAAAAAAAAHS

Verdinha

Ricardo Calmon disse...

Aqui passei´para absorver luz e aroma seu,de vida tua,a dicotomia da amizade em dividir TUDO por e pelo o que os amigos passam!permaneço aqui,em energia e pensamentos!

te amamos pessoa!

Viva Vida!

Laura disse...

Sol
esquecida por nós
nunca estiveste
nos momentos de convivio.

E muito falada foste
lembrada com ternura
e assim nem sequer penses
que esquecida ficaste.

Minha querida Sol
sol da minha vida
sol da minha luz
se der para a semana
farei aquele passeio
que se há-de tornar
costumeiro, tão logo
o sol possa raiar
para ti e para mim!...
Beijinho da tua laura...

Parisiense disse...

Passei só para te dar um beijinho grande e um forte abraço.

Força amiga

Laura disse...

Beijinhos e abraços, com carinho, da mana laura...

Je Vois la Vie en Vert disse...

Olá Sol da blogosfera !

Claro, minha linda que és tu o (a) Sol e em pleno ! (só agora é que vi o teu comentário na Laurinha no post dos anônimos)

A nossa Laurinha é só réstias de sol....

De maneira nenhuma estava eu a falar de ti quando falava de pessoas com dupla ou tripla personalidade !
Tu só tens UMA personalidade e é linda, generosa, rica em sentimentos e cómica !
Isto tudo não tem nada a ver com altos e baixos que todos temos e quem sabe da tua situação só pode ter uma ENORME admiração por esta PERSONALIDADE ÚNICA !

Também gosto muito de ti, querida Soledade !

Muitos MUAAAAAAAAAAAAAAAAAAH's e desculpa o plágio dos beijos...

Verdinha

Bichodeconta disse...

Ola, deixei comentário no blog do grande amigo Moa e venho aqui reforçar o recado.Eu comprei o livro na fnac, mas se não encontro mande via maol seu nome e endereço que terei todo o mgosto em enviar. O pagamento será feito em sorrisos e abraças numa opurtunidade que surja e ambas possamos aproveitar. Deixo um beijinmho e o desejo de melhores dias. Ell

Ana Martins disse...

Minha querida amiga Soledade,
depois de uma breve ausência, porque os dias na minha familia também não têm sido fáceis, chego aqui e me deparo com um poema de saudade homenageando o teu sobrinho Bruno.

Fico sem palavras sem saber o que te dizer, bem sei que a vida nos reserva provações como esta, mas é sempre difícil ultrapassar a dor de se ver partir um ente querido.

Deixo-te um beijinho extensivo a toda a família e os meus sinceros e sentidos pêsames.

Beijinhos,
Ana Martins

Pena disse...

Maravilhosa e Doce Amiguinha:
Um valioso hino ao existir. À pureza, encanto e beleza.
Parabéns sinceros pela extraordinária pessoa sensível e perfeita que é.
Já sumariei.
Bem-Haja.
Beijinhos infinitos perante a sua extraordinária pureza e encanto.
Excelente!
Com imenso respeito pela sua imensa significação na Blogosfera. É uma referência fabulosa aqui.

pena

Bem-Haja, adorável amiguinha.

Laura disse...

Haja plágio de beijos, gostei de ler e saber que a nossa verdinha não é nada verde na Arte de bem dizer..beijinhos mais plagiados, muauauauamuaauu muaa muaaaaa o nuno manda-me sempre desses quando escreve...laura

Je Vois la Vie en Vert disse...

Querida Soledade,

Traz a tua única e bela personalidade e junta-te à festa da Laurinha no

http://jevoislavieenvert3.blogspot.com/

Beijinhos

Verdinha

Laura disse...

Um beijinho terno, sentido, amado, na pessoa que és e com quem gostaria de estar hoje, mau grado ter de ir buscar a minha mãe para o médico e por aí fora!

Para o ano juro, mas juro mesmo que vou marcar os meus quereres com antecedência e....não aceito tarefas de forma nenhuma para esse dia, palavra de laura!...

Diz alguma coisa, andas sem escrever um mailzito há muito, fala nina, eu mesmo surda, ouço-te... Beijinhos da tua laura

Anónimo disse...

Lita

Lembra-te, um dia vamos encontrar-nos todos e estaremos juntos de novo. Todos, à mesa do 437, boa?...

O poema é lindo, o Bruno diz obrigado.

Beijo de quem sabes

Vieira Calado disse...

Uma sentida recordação

e homenagem!


Beijinhos

Joana disse...

Tudo em silêncio...
Porque há palavras que nao precisam de ser gritadas.

Sabes que continuas entre nós... pelo menos eu sei disso.
Porque não passaste pela nossa vida, mas antes fizeste parte dela!

Por isso não te disse adeus, mas sim um "até já"...

O poema está "dolorosamente" lindo..

Joana

Laura disse...

Claro que todos vamos encontrar todos os que amamos, apenas uma questão de esperar em calma e bonança...
Beijinho a todos, da, laura

Pena disse...

Oh, Deslumbrante Amiga:
Lamento. Junto a minha à sua dor.
FORÇA! A que for possível.
Estarei para ajudar no que puder.
Que sensível e extraordinária "explosão" poética do seu harmonioso sentir.
Perfeito.
Adorei.
Tem um carácter doce e terno. Lindo.
Realmente, o seu coração GIGANTESCO "explode" ternura, pureza, beleza e encanto.
Parabéns sinceros pelo fabuloso Ser Humano que é.
Beijinhos amigos de respeito e poderosa estima.
Sempre a admirá-la com fascínio.

pena

MUITO OBRIGADO pela sua amizade.
É linda. Imenso. OBRIGADO.
Força.

Laura disse...

Ei menina hoje estive de castigo, de cama e por ai fora..amanhã a dança continua e depois se o tmepo melhorar, a gente fala..beijinhos ternurentos da laura

Laura disse...

Bom diazinho prá manita Soledade... e bigadão plos beijinhos no resteas... ah, somos da mesma idade quase não somos? tu és meses a menos, quaseeeeeee que regressamos ao Planeta terra ao mesmo tempo, com um pequeno intervalo, isso quer dizer que já nos conheciamos...beijinhos..laura

Ricardo Calmon disse...

Olá Maria Soledade amada amiga nossa,já sigo teu mano,achei mui interessante tal blog,referendarei,me aguarde!

bzuz
ps estou bem sim felizmente ,mas ...saudades docê!
bzuz viva vida!

Daniel Costa disse...

Soledade

Passo de novo a reafirmar a minha estima.
Beijinhos
Daniel

Laurita disse...

Querida Soledade, passei para saber como está e para desejar um Natal muito feliz e que o Novo Ano tenha bálsamo para as nossas feridas. Esta época deixa-me vazia. Faltam os lugares á mesa( meu pai, meu irmão) mas a vida é assim. Beijócas com muito carinho.

Angel of Light disse...

Sol, querida, não me esqueci de ti... e aqui estou para te deixar um enorme beijinho, mesmo estando eu tão afastada deste mundo virtual.

Desejo-te um Natal feliz... dentro do possível... em todos os dias do ano. Para mim, o verdadeiro espírito do Natal reside dentro do nosso coração e pode expressar-se sempre, em qualquer tempo, em qualquer e lugar!

Fica bem, querida... qualquer coisa sabes por onde ano. Obrigada pelos emails.

Beijinhos de Amor, Luz, Paz e Harmonia,
Angel of Light
(Ritinha)