Pensamento de um português suave:Penso logo desisto...

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

ATÉ AMANHÃ MAMÃ


MAMÃ


Rasgaste os fios da teia do sofrimento que te envolvia. O teu rosto adormeceu. De tão sereno, parecia sorrir no colo desse Céu que te aconchegou ao partires.


Devagarinho,enquanto fazias a tua última caminhada, o Padre Manel, que tão bem conhecias, ofertou-te a sua amizade em tom de missa, como o seu último Adeus...


A Paula, em nome de todos nós,escreveu e leu para ti, um lindo recado de Amor. O último,aínda contigo "presente". Partiste com uma enorme salva de palmas.Foi Lindo Mamã!...Sei que naquele grande momento sentiste o quanto todos te amamos.


Num acolchoado de nuvens que mais pareciam algodão, receberam-te os olhos verde-mar que um dia te deixaram na Terra. Como sempre fazia, deixou que fluíssem sons do seu violino dedilhados pelas mãos morenas que tanto amaste. Só para ti, foi tocada a Valsa do Reencontro...


Com um sorriso maroto, o teu neto Bruno convidou-te a ocupares o lugar de Raínha.Estranhaste...Não esperavas que um dos teus meninos te esperasse. Ninguém te avisou que em Novembro passado, o Céu tinha ganho mais um Anjo.


-Vóvó, estás Linda, tão Linda! Huummm,os cotinhas lá em baixo fizeram chegar-te até nós como uma Raínha!...

-Vá, bóra lá Vóvó...Sabes, eu já sou tu cá-tu lá, com o Avô Manuel.Ele é fixe, e este lugar de PAZ ,bué-de-fixe...


- Ah, seu Anjo maroto...


Ao som dos acordes do violino, todos dançam...a Valsa do Reencontro!...


Mamã, estavas Linda, tão Linda!...Valeu a caminhada. Teus passos ficaram bem visíveis no chão da Vida.


Ontem, dei-te o último beijo. Hoje, hoje já sinto tantas saudades tuas...


Muito Obrigada por teres sido(seres) a minha MÃE.


Despeço-me de ti, da mesma forma de sempre...


ATÉ AMANHÃ MAMÃ...

26 comentários:

Laura disse...

Sol, querida sol, só agora soube e só agora te dou o meu apertadinho abraço... Mandei-te uma sms sem saber de nada, como de vez em quando mando...

Foi melhor assim. A vida quando deixa de ser vida e só nos dá dor, são horas de ir percorrer os caminhos do descanso e da paz...

Gostei do que escreveste, é mesmo assim... Todos nos reencontramos na verdadeira vida. Isto aqui é mais um inferno de sofrimento do que uma vida feliz!

Um abraço minha querida sol, e que ela esteja bem, sem sofrimento, sem dor, e siga feliz na nova vida que a espera... Sei que o vosso pai estará lá de violino na mão a tocar para ela, como sempre o fez, mas que belos serão esses momentos...

Dá um beijinho ao Jorge, à Paula que já conheço e a todos os outros..

Para ti vai aquele apertadinho abraço dizendo-te que não estás só...estarei contigo dando o pouco que tenho mas que se traduz numa amizade verdadeira.

laura
Laura

Kim disse...

Sol
A tua mãe iria gostar do epitáfio blogueiro.
As palavras sentidas são sempre insuficientes para descrever o que uma mãe significa para nós. Estará ela certamente em paz enquanto souber quanto amada foi e é.
Beijinho amigo

Pedro disse...

Também já sinto muitas saudades. E dói, dói muito, saber que não mais vou sentir aquelas mãos suaves apertar nas minhas, não mais olhar aquele sorriso doce com que me contemplava, não mais ouvi-la perguntar baixinho 'como estás, meu filho?', não mais perceber a paz que me dava a sua companhia, não mais saber como se transmite amor da forma mais completa, serena, cúmplice e terna como só ela sabia transmitir. Mas eu sei que um dia a vou abraçar de novo, dar-lhe um beijo na testa e repetir-lhe tudo o que não ficou por lhe dizer em vida mas que será sempre pouco para compensar o tanto que me deu.

Inês disse...

Vovó:

Ontem encontrei-te num sonho. Eras mais nova e estavas no convés de um navio, a contemplar o mar com um olhar sereno. Naquele momento, estavas muito feliz. Tenho a certeza, pois também o senti.

Imagino-te agora nesse navio, a seres embalada por um terno vento de felicidade, ao lado do Avô, do Bruno e de todos aqueles que reencontraste.

Eu também digo "Até Amanhã".

Hoje, deixo o mar levar-te a minha saudade...

Felina Mulher disse...

Sabe minha amiga, lágrimas escorrem aki pela minha face...Nunca vou entender porque a gente perde a nossa mãe. Porque é uma perda que não se supera, porque os amores são reconquistados ou outros virão, amigos são feitos e desfeitos, e até filhos... Mas mãe não tem jeito.Eu só posso dizer pra você, minha amiga, que já dói em mim... A dor que dói em você.

Fica com uma abraço bem forte meu te confortando...terás sempre dois ombros aki)mesmo que virtuais) mas terás!
Beijo.

Maria disse...

Minha querida Sol
Tenho andado fugida. Hoje alguma coisa me fez vir aqui logo de manhã.
É linda a forma como te despedes da tua Mãe.
Mais uma dor, amiga. A vida não te dá tréguas.
Não há palavras. Só um abraço muito apertado e toda a ternura da
Maria

JE VOIS LA VIE EN VERT disse...

Querida Soledade,

Um nó me aparta a garganta, as palavras ficam presas nas minhas mãos porque estou muito emocionada ao ler a forma como se despediram aqui na terra da vossa mãe e como ela foi acolhida com amor do outro lado do espelho que atravessou.

O amor pela mãe e da mãe não tem palavras suficientes para ser descrito.

As saudades são e vão continuar a serem muitas mas quando há dever e principalmente amor "cumprido", a despedida se faz em paz e é o que sinto nas tuas belíssimas palavras.

Minha querida, um grande abraço de amizade para ti e para os teus familiares que sofrem contigo.

Verdinha

M.Paula disse...

Não se esqueça, Mãmã,tenha sempre ligado o telemóvel. Vou ligar-lhe todos os dias como sempre fiz.Desde o dia 11 que não me responde. Mas sabe bem escutar o silêncio.Mais logo volto a ligar.
Bjs de muito saudade.
AMO-A.

Alva disse...

Soldade,

Já é a segunda vez que abro isto sem te conseguir dizer uma sequer palavra... acho que neste momento elas não existem por mais que eu queira usá-las!

...deixa-me abraçar-te apenas...

Alva

Joana Alves disse...

"Só morre quem nunca viveu no coração de alguém!"
Por isto nunca irás morrer.
Vó, fica a dor da tua serena partida. Mas fica também o conforto de saber que não poderias ter sido mais bem recebida. Finalmente estás ao lado dos olhos verdes que iluminaram a tua vida aqui na terra, e que o farão agora aonde quer que estejas...
Dá um beijo ao nosso Bruno por nós.

Os teus netos mandam-te um beijo, e prometem ser homens e mulheres de quem te irás sempre orgulhar...

Osvaldo disse...

Soledade;

Soube pela Laura e nunca é tarde para te exprimir-mos o nossos sentimentos de amizade assim como te enviarmos os sentidos pêsamos pelo desenlace de tua querida mãe.

Certamente que lá no Prado Verdejante em que ela se encontra lerá esta bela poesia que tu lhe dedicaste.

Dizerte, coragem amiga, é puco por toda a imensa coragem que ultimamente tens demonstrado.

bjs de solidariedade, Soledade.

da Ana e Osvaldo

Daniel Costa disse...

Maria da Soledade

Texto bem delineado, como um belo epitáfio. Também eu direi: "Até amanha mamã".
Estou certo que relevaste, o comentário anterior, que indevidamente te dirigi. Tudo o que se faz não é por mal!
Beijos

Ana Martins disse...

Querida amiga,
só agora me apercebi, desculpa, deixo-te um beijinho grande e o meu carinho.

Muita força amiga, eu sei que a vida não te tem sido fácil, mas também sei que és uma Mulher de coragem, de luta e de fé.

Beijinho terno,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Pena disse...

Sensível e Preciosa Amiga:
Fiquei muito comovido.
Junto a minha à sua dor.
Tudo o que puder fazer? Estou mesmo sensibilizado, acredite?
Fez-lhe uma deliciosa e enternecedora homenagem.
É linda e extraordinária.
Beijinhos amigos de um gigante e enorme respeito.
Um silêncio significativo pela lutadora que é.
Sempre a admirá-la

pena

Desculpe só comentar agora, mas não a esqueci, nem poderia.
Bem-Haja, maravilhosa amiga e ser humano exemplar que é.
MUITO OBRIGADO pela sua amizade. É preciosa e uma honra.

Fa menor disse...

Emocionante! De deixar um nó na garganta e uma lágrima teimosa no olho...

Deixo-te um abraço sentido!

Felina Mulher disse...

Acho que a conheço vc desde sempre e para sempre. Você é mais do que especial minha amiga...tenho certeza que esta dor irá se transformar somente em boas...as homenagens foram lindas...ela sorriu e vc sentiu!


beijos e todo meu carinho pra ti minha amiga.

Laura disse...

Querida Sol..querida nina.

Os dias serão quase sempre iguais
mas pouco a pouco
começarás a ouvir
o canto dos pardais
no beiral da tua janela
e a vida há-de murmurar-te
doces sentires
que ajudarão a tua alma
a amenizar a dor...


Está fresquinho e bom para ir até ao Porto...

Um beijinho da laura

JE VOIS LA VIE EN VERT disse...

Querida Soledade,

Gostei das tuas palavras no meu blog...
Eu não só gosto de ti como tenho uma enorme admiração pela tua força e a tua coragem !
Muitos beijinhos

Verdinha

Mr. Gomelli disse...

olhos cheios de lágrimas... é assim que encerro a leitura desse texto e começo a escrever este comentário... que lindo... que linda homenagem...

minha avó faleceu há alguns anos... na verdade, dia 17 de abril completa cinco anos da sua partida...e que saudade que sinto dela... era uma mãe pra mim...lendo teu texto e também pela proximidade da data, na hora me veio uma imagem dela...saudade, lembranças, carinho é o que fica...

nossa... emocionante sua homenagem mesmo... um grande abraço pra você e pra sua família!

Obrigado por visitar meu blog!

Abraços do Mr.!

Mr. Gomelli disse...

opa... me enganei no mês... é 17 de setembro... hehe...

JE VOIS LA VIE EN VERT disse...

Minha querida amiga,

Gostava de te distrair um pouco e tenho um pequeno desafio no meu blog. Queres participar ?
Beijocas
Verdinha

Ana Martins disse...

Boa noite minha amiga,
o teu blogue fascina-me e por isso mesmo convido-te a ir ao meu Álbum de Recordações buscar o selinho que lá tenho para ti.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Ana Martins disse...

Querida amiga,
ainda não foste buscar o miminho que tenho para ti no meu Álbum de Recordações e já te venho convidar a tomar lá um chá comigo.

Aparece quando puderes

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Laura disse...

E temos aqui o querido Mr Gomelli, moço Jornalista da idade da tua filha, por aí, que é um nino maravilhoso, vê-se pela escrita..

beijinhos sol..laura

Laura disse...

Um beijinho, miminhos, calor e ternura te deixo minha amiga ansiando que a vida seja um verdadeiro sol para ti..laura

Ricardo Calmon disse...

Fortemente e emocionado te abraço,minha irmã desta e de vidas outras!Meus sentimentos!
Entre tempestades suas e mminhas,emorecer nunca!

bzu mãos suas,senhora minha irmã!