Pensamento de um português suave:Penso logo desisto...

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

CONTAM SEIS MESES QUE A SAUDADE CHORA

Hoje...

Contam seis meses que a saudade chora...


Mamã, partiste levando as mãos pequenas
Cobertas de mimo e cheiro de açucenas.

No teu rosto branco uma expressão de paz!
Nesse momento parecia ouvir-te murmurar:
Deixar-vos, eu não seria capaz
Filhos, não vou partir apenas me vou mudar.

Ficou sem Sol esse dia!
O teu corpo adormecia!

Nos meus olhos sombrios
A saudade já chorava,mas...
Nesse Céu onde eras esperada
Soava o som de uma balada!

Fluíam os acordes de um violino
Que te guiavam pela nova estrada...

Enfeitada de Luz
Entraste no "bairro" Divino
Muito bem acompanhada...

Hoje...

Contam seis meses que a saudade chora
Mas sei que apenas te mudaste

Não foste embora...


Beijinhos Querida Mamã. Um dia havemos de voltar a encontrar-nos...

21 comentários:

Vivian disse...

...querida Maria,
cheguei aqui por conta de
um rico comentário do Ricardo Calmon em meu blog, e neste
comentário ele citou você,
mulher guerreira que vive
ou viveu um drama doloroso
por contingências da vida,
drama este que tbm faz parte
da minha vida como cuidadora
de um marido vitimado por
um AVC há tres anos passados,
e até hoje pouco recuperou
das sequelas, portanto uma
criança grande que vive aos
meus cuidados com amor.

por aqui eu te percebo forte,
mulher forte, orgulho e esteio
de toda família, e tbm é claro
da tua mamãe que agora vive
no andar de cima, mas os
acompanhando em espírito.

parabéns, alma linda!

bj

Je Vois la Vie en Vert disse...

Querida Soledade,

Hoje, choro contigo.

Muitos beijinhos

Verdinha

Everson Russo disse...

Entendo bem a dor dessa saudade,,,tambem vivo ela...lindo texto,,,grande beijo de bom final de semana pra ti querida.

Laura disse...

A saudade sempre nos há-de acompanhar, mas na verdade a tua mamã apenas mudou de casa e de bairro, apenas isso...
Um dia estaremos todos juntos e já nem falta assim tanto.

beijinho da laura

isa disse...

Sim, AMIGA esta é uma palavra forte e poucas são as vezes que esta é pronunciada, mas tem esse mas, o não o assumir e torná-lo visível traz-nos várias vezes incompreensões estranhas e deveras dolorosas para quem não assume.
Bem, sinto que vamos voltar ao mesmo da conversa já tida, somente alguns são os priviligiados na questão sensitiva e de capacidade que comporta a abertura dum coração preparado para ouvir, sentir e compreender.
Claro que sim a musica não foi escolhida ao acaso, a verdade está no poema que nos deixa chegar às alturas em que somos transporrtados a algo maior.
Está bem o brilho dos olhos que no seu coração sente, é uma leve brisa que nos leva a sentir AMOR e mesmo respirar, sente e sonha pela visita sossegada que vai chegara esse coração que pretende ter amor. Bem haja.
Beijos do Céu.

Mariz disse...

Querida, essa dor parece q não passa nunca, mas o tempo ameniza...já a saudade e as recordações ficam prá sempre, confia em Deus q está sempre presente.

grande beijo!

Everson Russo disse...

Um belissimo sabado pra ti querida. beijos e beijos.

avesemasas disse...

Minha querida amiga,
Hoje, fizeste-me chorar, senti o choro da tua saudade, porque o teu poema tem o sabor desse sentir em cada palavra.

Beijinho grande,
Ana Martins

Pena disse...

Maravilhosa e Preciosa Amiga Linda:
"...No teu rosto branco uma expressão de paz!
Nesse momento parecia ouvir-te murmurar:
Deixar-vos, eu não seria capaz
Filhos, não vou partir apenas me vou mudar..."

A sua narração é linda dirigida com emoção e ternura.
Fiquei sem palavras perante tanto encanto e deslumbre de si.
Não fique triste. A vida é assim mesmo.
Estou consigo e com a sua majestosa atitude sentimental muito pura e de sensibilizar.
Parabéns.
Agradecido pela sua beleza e pureza numa sincera amizade que nutro por si.
É sublime e um Ser Humano de sonho.
Abraço amigo e de imenso respeito pela seu precioso gesto sentimental adorável e terno.
Sempre a admirá-la pela pessoa de deslumbre que é.

Comovido...

pena

Bem-Haja, enorme Ser Humano lindo.
Força.

Multiolhares disse...

Acredito em cada palavra desse teu belo poema cheio de saudade, aos que ficam doí muito os nossos apegos são muito grandes, para quem parte é uma continuidade de evolução, mas doí sei que doí
beijinhos ternos

**♥✿-franciete-✿♥** disse...

Minha querida amiga, como a saudade palavra tão linda e tão nossa, que define a dor maior é a saudade que faz doer o coração, é também a saudade que nos dá a força para seguir em frente, e, as mudanças que somos obrigados a fazer nos doem tanto. Mas apenas nos mudamos de lugar e deixamos de ser vistos. Mas partir não é morrer é só deixar de ser visto, morrer é só a curva da estrada.
Beijinhos de luar com muita saudade.


````````{*\~\_______
```````{```\`<:<:<:>:>
``````{~`*`\((((((^^^)
`````{`*`~((((((( `●`●
````{`*`~`)))))))). _ ' ).
````{*```*`((((((('\ ~
`````{~`*``*)))))`.`\
``````{.*~``*((((`\`\))_.♥-
````````{``~* ))) `\_.-'``
``````````{.__ ((`-*.*
````````````.*```~``*.
``````````.*.``*```~`*.
`````````.*````.````.`*.
````````.*``~`````*````*.
```````.*``````*`````~``*.
`````.*````~``````.`````*.
```.*```*```.``~```*``~ *.
..*``~```````````~`````*. Que o anjo te proteja*
**~~* ~~* ~~* ~~* ~~*.*Franciete**~~

Laura disse...

Bom dia sol, a saudade tem de a deixar ir saindo devagarinho, para se tornar em doces recordares...

Um beijinho da


laura

Nilson Barcelli disse...

Uma sentida homenagem, através de um belíssimo poema.
Gostei das tuas palavras, querida amiga.
Beijos.

Ana Martins disse...

Querida amiga,
Deixei aqui um comentário que não entendo porque não aparece!

Beijinho,
Ana Martins

Laura disse...

Sol, em dias de chuva a vida ainda custa mais a passar...

Um beijinho para ti e Joaninha

laura

SOL disse...

Querida Sol

Os nomes serão virtuais, os sentimentos não.

Cheguei numa altura de Dor. Comungo-a contigo.

Mas, mais que as palavras que rolam pela imensa saudade, está a ferida que ainda sangra muito.
Estou seguro que irá perdendo a força, de ferida aberta, e tornar-se-á numa cicatriz permanente para lembrar outros tempos felizes.
Terás de aprender a não perceber a presença física e a viver a espiritualidade que o Ser venerado te trás.

Fico-te, também, grato pelas palavras que me deixaste.

Ter-me-ás por visita.

A Força e a Coragem estão contigo.

Soledade nunca mais quererá dizer Solidão, Saudade...

Beijo
SOL

Paixão Lima disse...

A saudade é um bichinho que rói, que rói, que rói...e dói. (b.i.).
É a companhira dos que perderam a companhia. Coragem é preciso para continuar a caminhar.
Que nunca lhe falte a coragem.
bjs

Laura disse...

Querida Sol, quando este Sol começou a comentar-me disse eu; olha a Sol, mas depois vi que a escrita não era tua...pois, os nomes são iguais..a escrita não.

Um abraço apertadinho da laura

Vieira Calado disse...

Olá, como está?

Depois duma ausência forçada

aqui, estou de novo, aos pouquinhos,

a visitar os amigos.

As minhas saudações.

avesemasas disse...

Boa noite minha querida amiga,
vim só deixar-te um beijinho de boa noite.

Ana Martins

Maria disse...

Sol Kida
Este último ano foi mau para nós. Tu foste a que mais sofreu e perdeu.
Pensa nos anos que tiveste a tua mãe, tenta não pensar no resto.
Eu perdi a minha tinha 27 anos e todos os dias penso nela e sinto a sua falta. Gosto de lembrar os bons momentos.
Beijos mil pelo dia e pelo poema lindo, da tua
Maria