Pensamento de um português suave:Penso logo desisto...

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

QUE PARVA QUE EU SOU...DEOLINDA



=====LETRA=====


Sou da geração sem remuneração
E não me incomoda esta condição
Que parva que eu sou!
Porque isto está mal e vai continuar
Já é uma sorte eu poder estagiar.
Que parva que eu sou!
E fico a pensar
Que mundo tão parvo
Onde para ser escravo é preciso estudar.

Sou da geração "casinha dos Pais"
Se já tenho tudo, p'ra quê querer mais?
Que parva que eu sou
Filhos, marido, estou sempre a adiar
E aínda me falta o carro pagar
Que parva que eu sou!
E fico a pensar
Que mundo tão parvo
Onde para ser escravo é preciso estudar!

Sou da geração"vou queixar-me p'ra quê"?
Há alguém bem pior do que eu na TV
Que parva que eu sou!
Sou da geração"eu já não posso mais"!
Que esta situação dura há tempo demais!

E parva não sou!
E fico a pensar
Que mundo tão parvo
Onde para ser escravo é preciso estudar!....


********A letra desta canção deve ser interpretada como um grito de revolta.

Uma geração sem presente, e com um futuro nada promissor....

Mais uma canção de intervenção composta a pensar nos nossos jovens licenciados. Os que trabalham são escandalosamente mal pagos. Muitos outros, esperam e desesperam por um emprego...


*********Será esta a tal geração rasca? Não. Para mim é uma geração à rasca, isso sim...

10 comentários:

Vivian disse...

Olá!!

Adorei a letra!!
Instiga a refletir!! O que se faz com a vida hoje?
Querem tudo pronto, não lutam,não vivem!!
Só pensam no TER e esquecem do SER!!
Parabéns pelo blog!

Beijos!

Everson Russo disse...

Belissima e reflexiva canção...grande beijo de bom dia pra ti amiga...

Laura disse...

Tens razão, e o meu filho incluido nessa parva geração... nem sei para que lhes prometem empregos antes de tirarem os ditos cursos e depois ficam na rua simplesmente, exploram-nos cada vez mais, enfim...

Beijinho

laura

Pena disse...

Estimada e Linda Amiga:
"...Mais uma canção de intervenção composta a pensar nos nossos jovens licenciados. Os que trabalham são escandalosamente mal pagos. Muitos outros, esperam e desesperam por um emprego..."

Excelente tema musical fruto da sua pesquisa notável.
Quantos Licenciados estarão no desemprego depois de tanta dedicação e empenho no Curso tirado com Alma e coração grandiosos chorados e esforçados?
Perfeito, amiga.
Adorei.
Um texto que dá para pensar quem de direito.
Abraço amigo ao seu maravilhoso poder comunicativo extraordinário.
A mensagem permanecerá para sempre.
Abraço amigo de imenso respeito e fascínio pelo que concebe.
Sempre a admirá-la

pena

Espero que tudo lhe corra bem na vida.
MUITO OBRIGADO pela honra da sua amizade, linda.
Bem-Haja, notável e perfeita amiga de sonho.
Fantástico.
Adorei.
Excelente!

Everson Russo disse...

Beijo carinhoso de lindo dia pra ti querida...paz e poesia sempre...

Everson Russo disse...

Beijo carinhoso de lindo dia pra ti querida...paz e poesia sempre...

Mariz disse...

Linda letra, nos leva a reflexão.

um dia lindo prá vc querida amiga!


bjus!

isa disse...

Olá,

Cheguei,tarde mas enfim aqui estou, pois tem os que demoram a ver por caprichos vários devemos reflectir sobre a mensagem da musica.Fazemos mesmo parte dos parvos da nossa terra, que falam e voltam a falar, e demonstrar que estão errados a esses SENHORES, ficamos conformados, mas eu digo NÃO, NÃO e falo e falarei sempre contra eles.

Para a Bloguista principal, tudo de bom.
Beijos

isa disse...

Olá,

Cheguei,tarde mas enfim aqui estou, pois tem os que demoram a ver por caprichos vários devemos reflectir sobre a mensagem da musica.Fazemos mesmo parte dos parvos da nossa terra, que falam e voltam a falar, e demonstrar que estão errados a esses SENHORES, ficamos conformados, mas eu digo NÃO, NÃO e falo e falarei sempre contra eles.

Para a Bloguista principal, tudo de bom.
Beijos

Je Vois la Vie en Vert disse...

O meu filho também faz parte dos licenciados mal pagos mas não está a ser explorado. Ele está numa empresa portuguesa jovem que o avisou que não lhe podia pagar mais e ele aceitou porque assim pelo menos tem trabalho na área que estudou, está a adquirir conhecimento e gosta do seu trabalho. Não vai trabalhar com pés de chumbo.
Não querendo criticar ninguém - há casos e casos - tenho que constatar que há jovens que querem ganhar logo altos ordenados sem terem experiência nenhuma e preferem recusar empregos do que trabalhar "para o boneco" como dizem.
Também tenho que constatar que nos anos 90, jovens licenciados conseguiram ricos empregos, por cunhas políticas ou outras, e os ministérios estão cheios de ditos "assessores" que, curiosamente, vão aumentando, que não têm conhecimentos nenhuns e não fazem nenhum mas isto é o tão famoso "job for the boys"...
É um grande problema este do emprego : quem quer trabalhar não arranja emprego e quem tem emprego não trabalha...
Beijinhos
Verdinha