Pensamento de um português suave:Penso logo desisto...

quarta-feira, 8 de julho de 2009

A TEIA DA NOSTALGIA


Acendo na noite estrelada

O facho da minha revolta!


Queria asas para voar

Ventos p'ra derrubar

Lágrimas para chorar

Mas tenho arames em volta!...


Nessa cama entrelaçada

Sinto a tua alma nua!

Onde os tempos jovens

Já idos...

Te degolam os sentidos

Tecendo teus sonhos na Lua...


Mimam com gestos de vidro

Tua teia de nostalgia

Rendilham como tu gostas

O nascer de um novo dia...


Falas...

Mas em silêncio!

Sonhas...

Mas em silêncio!

Choras...

Mas em silêncio!


Tudo em silêncio minha Mãe!!


Palavras sem serem ditas

Que te apertam a garganta!

Folhas sem serem escritas

Nem quando o véu se levanta!...


Nem um quadro pintado

Nem soneto de poeta

Nem lençol de linho bordado

São remédio adequado

P'ra tua alma inquieta!...


Perfume de nenhuma flor

Nem incenso de jasmim

É tão forte como o amor

Escondido no teu peito

Tecido de puro setim

Gravado de mágoa no leito!...


Que a tua dor fique longe

Mais longe que a luz do dia

Que a tua dor fique longe


Da teia da nostalgia!...



Dedicado à minha querida Mãe.

Podia perder-me em palavras mas, duas bastam para traduzir o que sinto...


AMO-TE MUITO...

65 comentários:

Maria Soledade disse...

Peço desculpa a todos os meus amigos bloguitas que já tinham comentado este trabalho. Mas, como foi um dos que "perdi" não podia deixar de postar de novo.Perdoem-me mas é muito importante para mim que esta homenagem à minha Mãe faça parte do meu "cantinho".

Muito obrigada a todos, e desculpem eu voltar a repetir o trabalho...


Beijinhos para todos

maria paula disse...

No silêncio de um quarto espaçoso virado para um grande verde, emoldurado pelo céu,está uma vida de 81anos, neste momento muito frágil.
No peito está guardado,tal qual num cofre forte,o que esperava para a sua velhice e não aconteceu.
Nós sabemos.Por isso,silenciosamente,pedimos desculpa,todos os dias, quando dizemos: até amanhã, Mãmã, fique bem.
Só nós duas,sabemos como fica apertado o nosso coração.Escondemos as lágrimas,porque cá fora espera-nos a vida.Connosco parte sempre o silêncio,envolto num rosto triste que deixamos sempre por umas longas horas. Só até ao outro dia.
Não sei se a mereço,Mãmã.Desculpe.
Sabe que gosto muito de si.Não é preciso dizê-lo. Amanhã lá estarei para lhe levar o docinho do costume,com muito amor.
Beijinhos
Fique bem,eu já não sei dizer mais nada.

Pipinha disse...

Duas manas lindas que dedicam o seu amor à Mãe nesta fase difícil da vida dela! Grandes Mulheres!
Miguita kida, fazes muito bem em recuperar este trabalho, porque é lindíssimo, uma emocionante homenagem.
Acho que não conhecia, mas fica aqui um abraço especial para vocês Mulheres Guerreiras e lindas filhas. Força kidas!
Espero que a dor dela vá para bem longe.
Beijinhos carinhosos.

Ana Martins disse...

Fizeste muitíssimo bem em repeti-lo Soledade, eu adorei voltar a lê-lo!
Neste poema está bem revelado o imenso amor que tens por tua Mãe e eu acho-o M A R A V I L H O S O!!!!!

Beijinhos,
Ana Martins

Maria Soledade disse...

Paula,desculpa, não consigo dizer mais senão agradecer-te. Retrataste na PERFEIÇÃO todo o nosso sofrimento, todo o sofrimento da mamã e só nós sabemos porquê!!

Desculpa,vou ali e venho já...

Obrigada/Beijinhos

Maria Soledade disse...

Obrigada Pipinha.Foram 27 os trabalhos que eu perdi(por burrice!), mas este, e talvez mais meia dúzia a pouco e pouco vou voltar a postar.

Tu não conhecias Pipinha porque estavas afastada da blogosfera nessa altura.Quanto à minha Mãe só consigo falar dela, sobre ela,em forma de poesia...É violento demais, tanto para mim como para a minha irmã, pois é diário o
sofrimento em que a vemos e só nós duas sabemos bem porquê!!...

Muito obrigada pelo teu comentário

Fica bem kida/Muitos beijinhos

Maria Soledade disse...

Querida Aninha: Apenas te vou dizer: MUITO,MUITO OBRIGADA.

Neste AMOR somos gémeas, e, como gémeas que somos, deves sentir todo o meu sofrimento tal como sinto o teu quando falas(quando ambas falamos),dos nossos Pais!

Beijinhos Doces minha querida amiga

Laura disse...

Ainda bem que postaste de novo, porque não lembro de o ler...
Dizes tudo ali, dizes tudo o que ela deve sentir e pelo que deve sofrer...
Só sabemos o que temos quando as perdemos interiormente, e quando vemos tanto sofrer e nem sabemos como as socorrer...
É a vida de cada um, as dores, a doença, mas que pena que acabamos todos assim, quando não vamos muito antes para o ouro lado e sofremos também de tantas dores...

Minha querida Soledade, que fazer para ajudar? Claro que nada, apenas pedir que tenha paz, que não tenha dores ... Mas as tuas, as tuas, quem as tira? As d atua maninha? Ah, quão dolorosa é esta vida...
Que Ele vos banhe na SUA LUZ, e que haja serenidade para enfrentar todos os maus momentos...Beijinho meu, laura..

Laura disse...

Ah, ando tão como tuzinha que só me lembrei de passar aqui e levantar a moral prás duas... Eu devia estar contigo, ou tu aqui e iamos almoçar no Hotel do elevador, no Bom Jesus, ah, andar por ali na sombra das árvores centenárias, daria para levantar oa astral, decerto..beijinhos a ti, xopita linda...

KOTTA disse...

Só hoje conheci este cantinho lindo. A homenagem feita à sua querida mãe,
é emocionante e quanta tristeza lhes deve causar o seu sofrimento.Para sentirem dessa maneira concerteza que é uma mãe espectacular, que Deus a ajude a aguentar esta fase má e de
sofrimento.Um beijo para ambas.

Je Vois la Vie en Vert disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fa menor disse...

Depois de ver aquele bate boca na Laura fiquei curiosa de te conhecer...

E agora fiquei fascinada com o teu poema!

Bem hajas!

Beijos

Maria disse...

Soledade:
Por fim te encontro.
Que poema lindo e sentido. Li-o com lágrimas porque no amor que sentes pela tua mãe, revi o que senti e sinto, pela minha, mesmo depois de a ter perdido há muito.
Amar a mãe parece tão natural, tão simples e afinal, às vezes não é.
Amei a minha, venero-a, quando tenho problemas, é sempre a Ela que me dirijo primeiro.
Gosto do que escreves.
Beijinhos

Laura disse...

Ai minha gentinha, vinha eu a pensar...será que os putos se mudaram pra cá? ah, ufa, inda bem que não, pois este post é lindo e assim deve continuar, com o amor e a beleza de todos os olhares...
Beijinhos ternurentos da laura..

Laura disse...

Olha a queridinha Fá menor...beijinhos e adorei a vista, esta Soledade é uma nina e peras, uma amiga querida...Soledade já devemos ser amigas desde há um ano ou mais...de certezinha, paraste, continuaste, voltaste a parar e lá vamos nós outra vez, és um achado na escrita maravilhosa que fazes, e, fazes-nos sentir especiais... beijinhos

Laura disse...

Viva a menina Maria
Com seu sorriso a brilhar
Quando chega ao fim do dia
Parece uma candeia a alumiar...

Laura disse...

Verdinha, menina sofrida
Que também tem uma mãezinha
Doentinha.
Quis dividir com a soledade
A bondade e a saudade
Da sua mãezinha
De quem está tão longe !...

Beijinhos.

Laura disse...

Ei-la que chega
Feliz
A dividir com todos
O amor
Apanágio da sua alma
Bondosa
Cativante
Ei-la que é a Pipinha
Aquela alma de sorriso
Ondulante...

Laura disse...

Ana Martins
Senhora que vejo por ai
Mas com quem ainda não falei
Hoje com tanto amor por aqui
Seria imperdoável
Fazer de conta
Que nem a vi...

Um beijinho e um abraço apara a Ana Martins...com carinho, da laura..

Laura disse...

Maria Paula
Todas temos a nossa mãe
Até um dia
Todos sabemos que se adoecem
Fica connosco
Para sempre
A agonia
Mas Deus está atento
E deixa-a viver
Mais um dia
E mais um dia
E outro dia!...

Beijinho meu, laura..

Laura disse...

E veio uma Kota
deixar lindas palavras
Que na alma conforta !...

Um beijinho da laura..

Pipinha disse...

Também vim ver se os putos tinham vindo parar aqui, mas ainda bem que não.
Obrigada Laurinha pelas palavras lindas que escreveste sobre cada uma de nós que passou por aqui. Tens um dom maravilhoso para versos! Já te admirava pela tua força interior e sentido de humor, agora ainda mais pelas coisas maravilhosas que escreves aos teus amigos. És lindaaa!
E tu Soledade, também tens cá uma garra e alegria contagiante!
Caramba! Cada vez tenho mais vontadinha de pegar no meu carrito e ir ter convosco e abraçar-vos muito e dizer-vos a olhar bem dentro dos vossos olhos: Adoro-vos!!!
Abraço meiguinho e longooooo.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Je Vois la Vie en Vert disse...

Querida Maria Soledade,
A emoção que se apoderou de mim quando li o teu poema fez com que esquecesse de escrever metade do meu pensamento. Vou então apagar o meu primeiro comentário.
Aqui vai a corecção :

Minha querida Maria Soledade,

Ainda bem que colocaste de novo esta homenagem à tua querida mãe porque como te conheço há pouco tempo não tinha tido a oportunidade de ler estas lindas palavras que me fizeram brotar lágrimas no olhos não só pela beleza delas mas também porque há 2 meses também chorei muito pensando perder a minha mãe. Sei que um dia vai acontecer, é a lei da vida, tem 89 anos mas ela aguentou mais um pouco como lhe pedi num cristal verde que se encontra no meu blog.

Só quem passa pelas dores é que sabe o que é sofrer !

Beijinhos carinhosos e verdinhos



Os putos fizeram bem em não desrespeitar este lugar sagrado.

Laura disse...

Pipinha, sou um ser nomela, nascida e criada no amor de Deus, na esperança em que todos sejamos um puquinho melhores, e, esse Dom vem DELE... só omecei a ter aos 55 anos e sempre escrevi, mas..ELE lá sabe....

Beijinhos..

Nina je vois la vie en vert. Os rapazes, serão mesmo rapazes,s erão emmso putos, serão ninas? ah, já nem digo nada, mas, com jeito conseguimos dar-lhes a volta e já pediram desculpa a todas...

A tua mãe muito tem durado, muito mesmo... e Deus está lá para tomar conta das mãezinhas de todos. Haja amor para lhes dar, embora eu não consiga lidar muito bem com a minha, porque é uma forma de falar que me baralha e depois respondo e digo que não é dessa forma que deve falar comigo, enfim..ela não aprende a conhecer-me...
beijinhos e muita paz, amor e saude para s vossas mães queridas..laura..

Maria Soledade disse...

Kotta:Já tentei entrar no teu blog, para te agradecer e principalmente para conhecer-te mas, não consegui!!

Fica aqui o meu muito obrigada pelas tuas doces palavras.Sim, a minha Mãe, foi, sobretudo uma Grande Mãe!Criou cinco galfarritos sem a ajuda do meu QUERIDO PAI pois partiu precocemente...Todos nós filhos, temos por vezes recordações menos boas da nossa infância com as nossas Mães mas, o amor que sentimos por elas supera tudo o que possa ter havido outrora menos bom.Eu, pelo menos,
esqueço rápidamente os dissabores prefiro que prevaleça e que sobrevivam as boas recordações.

Muito Obrigada Kotta(se calhar até é novinha!!) ahahahah...mas é engraçado o nome...

Maria Soledade disse...

Fa Menor: O bate boca acabou por ter um final muito feliz e todas nós acabamos por nos divertir à grande!!Eu já te conheço da Laurinha(tinha que ser claro!)e sempre gostei muito de te ler.

Obrigada pelas tuas palavras, muito obrigada por teres visitado o meu cantinho, o meu jardim de...urtigas!!!ahahahahah...elas só picam quem vier por mal e, até agora, felizmente só tenho é GRANDES AMIGOS...

Muitos Beijinhos pati

Maria Soledade disse...

Minha querida Maria:Muito obrigada pela tua vinda...finalmente consigo "falar" contigo!!Já fui visitar-te mas não consegui entrar!!A Laurinha diz que tem de ser através do Kim e é o que irei fazer quando este trambolho estiver mesmo operacional!!Hoje, foi um "Ai Jesus" para conseguir estar no da minha xopita...aquilo deu pano para mangas (até que acabou por ser giro), mas lá consegui no café ao lado de minha casa(tem Net)à força de moedinhas...ahahahahah...

Minha querida, não é fácil não senhor!Amar, quando se ama de verdade, quer seja Mãe, filhos, ou maridos é muito complicado!Sofre-se por eles, sofre-se com eles e arriscamo-nos a ficar meio chonés da bola!Eu pelo menos, sinto-me cansada,atordoada,mas...continuo, enquanto a força física e moral não me abandonarem...

A tua Mãezinha está no outro bairro(no bairro de Luz)onde também já habita o meu Papá faz muitos anos...46,tantos como quando Deus o chamou...E, tal como tu,é a ele que chamo nas minhas horas de angústia,é a ele que peço que deixe a minha Mãe viver mais um tempinho mas, sem sofrer, porque o sofrimento NUNCA devia fazer parte da vida quando todos já temos por castigo essa chata...a morte!!

ADOREI "falar" contigo/Muito Obrigada

Fica bem minha querida Maria

Beijinhos...Muitos...Muah**Muah***

Maria Soledade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Soledade disse...

Verdinha, minha querida!Não vale chorar 'tá bem?Nós aínda vamos ter as nossas Mamãs por muuuito tempo se Deus quiser.Estou muito feliz por vires aqui, nem imaginas quanto!Hoje quis entrar no teu blog, mas, não consegui!!Eu também sou muito tótó com a tecnologia mas acho que ele está tipo:bloqueado!!não sei, não percebo nada disto, portanto nem sei que nome se dá quando não se consegue entrar num blog!Pronto, o que importa é que vieste tu e eu fiquei muito contente!!

E a nossa tarde Verdinha??E a nossa raiva??Agora já só me consigo rir e ficar feliz pela Laurinha que conseguiu a módica quantia de:87 comentários!!!UAAAAUUU!!! olha só quanto valeu aquele esqueleto??!!!Isto, em

comentários, fora o que eu chuchei em ossos hahahahah...Estava muito giro e deu pano p'ra mangas olá se deu!!!

Minha querida MIIIIL Beijinhos à tua Mãezinha e muito, muito obrigada por me visitares...

Maria Soledade disse...

Ai Pipinha, os putos entraram mas, depois de ti, com muita calma senão...ía Karaté p'ra cima, sim porque com a Pipinha ninguém xinga a Laurinha, ahahahah...até rimei!!Não é costume!!...

Pipinha, diz lá que para o fim não te divertiste??Hã, hã?...até que deu pica!O chato foi o início pensei bem que ía dar molho, mas depois foi um tal gozo do caraças...só que o sono venceu o gato, os gatos,os príncipes, os sapos, os anónimos, os putos eu sei lá!...

Desculpem só agora tão tarde vos agradecer mas tenho tido isto muito mauzinho...

Amanhã há mais...esperemos!!!

Beijinhos Gande LINDA!!!

Maria Soledade disse...

Oh minha carga de ossinhos!Ficaste p'ró finzinho mas, como diz o velho ditado "Os últimos são sempre os primeiros"!!

Ai que tarde à custa do teu esqueleto xopita!!Aínda agora, madrugada adentro me rio sózinha de tanta maluqueira!!Valha-nos esta maquineta para nos fazer rir, passar uns bons momentos(O início foi mau...mauzinho!!)mas acabou tudo bem e isso é que importa!Da laranja aproveita-se o sumo, a polpa vai p'ró lixo, e,como
aproveitamos bem o sumo podemos dizer que a tarde foi EXCELENTE!

Amanhã vais postar alguma coisa?Posso sugerir uma opinião?Olha, arranja forma de dares continuidade à cena do esquelo.Que achas?Pensa nisso...

Recolhe os ossinhos com jeitinho, não vás perder algum,e depois reconstrói uma história bué de gira! BUÉ???FOGO!!!O que os putos me fizeram...Regredi uns quantos anos mas, olha, é da maneira que fico tipo:Menina e moça...ahahahahah...

Vou nanar Kida, tou a dar o estouro mesmo!!Só peço que amanhã esta droga trabalhe...Estou farta desta porcaria assim...

Beijinhos...MUUUUITOS

Maria disse...

Soledade:
O meu blog é:

alcatruzesdaroda.blogspot.com

No teu entrei assim: Fui a comentário na Laurinha, cliquei em cima do teu nome, apareceu o teu perfil, cliquei no nome do blog e pronto, cheguei. Aliás deve ter sido isso mesmo que fez o nonomosinho.
Isto é pouco seguro.
Beijinhos

Pipinha disse...

Olá kida, claro que me diverti! Fartei-me de rir e rir à gargalhada, que é uma terapia fantástica!
Venham lá os putos, o sapo, o gato, mas desde que não ofendam, tudo bem! Até nos divertimos todas e dá uma luta engraçada! :)
Um dia bom para ti nina.
Beijoquinhas e abracinho.

Laura disse...

Pois é ams as gargalhadas eram falasas porque eu ja sabia que ali havia gato...o anonimo em questão é quem eu penso, e, pena estar mal informado, ams,d eixou um comentário que tive de apagar e proibir comentários por ali abaixo..espero não ter de fechar a cadeado os comentários, doeu e fiquei eu com fama e sem proveito...fogo...ciume, falta de informações correctas...

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Maria Soledade disse...

Laurinha, eu bem quis postar um coment no esqueleto mas tu desactivaste aquela cena!!!....Bom, pelo menos valeu, pela linda módica quantia de :Cento e tal comentários!!!

Que se passou xopita????É que só cheguei agora e fiquei assim....como que: de queixo caído!!O que se passou afinal??Os anónimos ATACARAM de novo de forma desagradável??? Eu nem quero acreditar que depois de tanta lambada tenham(tenha) tido a
ousadia de (Voltar)voltarem a ser desagradáveis contigo!Estou completamente às escuras e já vi que hoje também não estás muito bem!!Oh "balha-me" e eu que 'tava prontinha pá porrada caso fosse necesário e marchava também o cinturão negro da Pipinha...

Bem Kida, explica depois tudo direitinho...Espero que continues a trabalhar e possamos comentar à vontade...FOGO, é muito chato encontrar-mos uma porta fechada por culpa de patetas...

Jinhos gandes/temanhã

Maria Soledade disse...

Rebeca e JCÊ: Muito obrigado pelo vosso comentário e por terem entrado aqui: No meu jardim de ...urtigas!!

Não vos conheço,nem sei como chegaram cá, mas irei procurar-vos para vos agradecer de novo no vosso blog...

Beijinhos

Pipinha disse...

Kiduxa, o que se passa com o blog da Laurinha. Está barrado a comentários e reparei também que os comentários do principe gato desapareceram todos e aqui também... aqui há gato, como ela diz... alguma coisa chata aconteceu.
Olha miguita, eu não tenho cinturão preto, não! Foi uma brincadeira para afungentar os putos, os sapos e os gatos que ofendessem a xopita!
Beijoquinhas e abracinho.

Laura disse...

Ja mandei email explicadinho..mais vale na falar em nada e há-de passar..por agora fica assim, interdito a anónimos também, magoou mais valia ter escrito um email, ams não, pensam que assim resolvem coisas mal resolvidas, ah, laurinha que apenas ficaste com a fama e sem proveito, ao menos podias ter dado umas trincas antes, palerma...
Beijinhos.

Laura disse...

Bom dia ninas kidas, os comentários e os gatos foram à vida por eles próprios, só apaguei os que me chateavam, de resto ficou lá tudo.
É pena, mas a vida continua, só quero um tempinho de descanso e depois resolvo. Uma coisa é certa, havia anónimos e ainda há, muito bons, pessoas que não têm blogue, enfim...
Beijinhos queridas, e obrigada pelo amor..laura.
A dor de cabeça já passou, e agora vou arejar até às meninas tomar cevadinha...

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Maria Soledade,

Quando o trabalho é feito com amor, não tem motivo de não postar novamente. Suas palavras mesmo nostálgicas, dançam em nossos corações.

Adorei!

Espero não perder contato, viu?

Noite de luz, menina linda.

Rebeca

-

Laura disse...

Vim deixar um abraço enrolado em manta de carinhos, de beijinhos mil, cheio de segredinhos à nossa maneira...O blog já está aberto desde ontem, tenho trancas, nem gosto nadinha, gosto como estava, mas, por um tempo será assim, depois vê-se...Beijinhos. laura.
ahh quando me lembro que saías para a rua d enoite alta, só para ires a um posto de net, para responderes aos incómodos comentários, aind aneme stou em mim, e, pifaste a smoedas á pariga que já nem tinhas trocos, mas, menina, dou-te nota máxima..és um achado a escrever e a raciocinar, ahhhhhh.Beijinhos.

Pena disse...

Oh, Maravilhosa Amiga:
Que "coisa" mais linda escreveu com ternura e encanto para a sua maravilhosa mãe.
Trata-se de puro amor sincero feito de versos autênticos primorosos e deslumbrantes.
Fiquei boquiaberto, atónito e perplexo por tanta magia poética.
Só do seu extraordinário sentir lindo que ela escutará com toda a certeza.
Parabéns sinceros. Adorei.
Beijinhos de um respeito e estima imensos.
Sempre a admirá-la pela sua significação doce profunda.
Cordial e simpaticamente...

pena

Bem-Haja, pela sua genialidade gigante e pela amizade de pureza e beleza.
OBRIGADO! Tem um dom poético fabuloso latente em si.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Olá Maria Soledadezinha,

Tenho nostalgia da PAZ !!!

Como pudeste verificar, tinha posto um link vazia à primeira vez, por engano e depois deixei-no para não ficar incomodada pelos anônimos mas afinal, conseguiram chegar até ao meu blog e já levei um ataque !
Até foram ao blog do Osvaldo, imagina !
O meu último post deve ter enfurecido o anônimo (a)...
Mas para mim, pouca serve a lavagem da roupa suja em anonimato e nos blogues. Estas coisas resolvam-se frente a frente e não tenho nada a ver com este assunto. Só não gosto que magoam os meus amigos.
Já apaguei 3 comentários, espero não ter que bloquear as entradas porque não tem nada a ver comigo....

Beijinhos verdinhos

Dá um beijinho carinhoso á tua mãe por mim, SFF

pois... disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Parisiense disse...

Que amor tão sentido e tão bem expressado.

Está muito bonito este poema. E neste momento que ela mais precisa de ti que aqui estás tu a expressar esse amor que ela tanto precisa.

Cada vez mais tenho o prazer de te ter conhecido.

Claro que a filha saiu a ela, estasse mesmo a ver.

Beijokitas linda e força muita força.

Laura disse...

Através de sms já falamos mais por lá que por aqui...
Beijinhos e tudo de bom..laura.
Ah, a amizade veio para ficar...que lindo.

os ventos do canal disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Maria Soledade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Conversa Inútil de Roderick disse...

Podia jurar que tinha deixado um comentário!
Ó moça!
Não me apagaste por engano????

Maria Soledade disse...

OH ROD!!!Achas que eu me enganaria???NUNQUINHA!!!Olha, vamos lá contar:Eu, apaguei 2 (anónimos),e a Verdinha apagou um dela por motivos que podes ler quase logo de seguida porque ela se justificou(embora não fosse preciso),logo as contas 'tão certinhas...ai essa cabeçinha!!!

Não te preocupes,eu dou o castigo certo...p'rá próxima comentas...duas vezes ahahahahah...

Beijinhos/Brigada

Laura disse...

Ai o nosso roderick, o nosso querido rapaz, Soledadinha, podes confiar em mim...este moço é ouro sobre azul, e um dia a gente junta-se por ai a rir às gargalhadas, como é óbvio..tinha de ser tendo duas fadistas por perto...

Laura disse...

Poças, esta soledade já parece a outra a dizer Oh, Rodh ah, lembras-te-me do Rod Stewart, ah, ganda borracho dos tempos do antes...mas está bem tratares o nosso roderick assim, fica mais charmoso, Arre que a Ana ainda nos corre de vassoura, não há perigo ó pois nã ó rodderick?...bolas, olha lá...

Maria Soledade disse...

HEEEEEIIII....ké lá isso?!!!Eu sempre o tratei por Rod oh nininha!!!Nã te lembras que quando eu lhe pus o diminuitivo tu nem percebeste logo a quem me 'tava a referir???Ai a tua 'beçinha que nã anda nada bem!!Será por causa dos barquitos encalhados???Ahahahahah...

Ai o meu dedinho...Chuif...Chuif...

Beijinhos xopita

Laura disse...

Ai o teu dedinho passa-te logo que vás ao resteas, passa mesmo querida, ahhh ó xopita, adoro ser a tua xopita embora um chope seja uma bebida ehhhhh mas xopita é lindo, adoro que me chamem de miúda ah que bem me sou noutros tempos que me chamassem assim, mas, tudo passa...
Tadinho do teu dedinho, só fazes asneiras é o que é...

Ahhh, agora andamos com o nosso neco Rod ao desbarato, Roderick prá qui, Rod pra li, é meu, é teu, é dele ehhhh coitado do nosso nino Rod, ahhhhhhh, quando ele ler vai ficar vaidoso de andar nas mãos das ninas aos trambolhões...
Adorutuzinha, mas não te deites sem ires ao meu post...não é falta de comentários, nã senhora é para tuzinha rires e botares águas fora...

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Laura disse...

Bom dia nina dos clinex...
Como vai o teu dedinho? O amante encheu-o de jinhos? Foi? ó pois, já deve ter crescido a unha e tudo.
Beijinhos e um dia bom..laura.

por fim.... disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Maria Soledade disse...

Amigos:Peço DESCULPA se eliminei algum comentário por engano!É que já são tantos os que tenho de eliminar por pura TEIMOSIA de um Anónimo que posso ter feito asneira!!

Sinceramente,acho que não,mas o Rod já se queixou e eu já me perdi!!

Muito obrigada a todos que comentaram o meu trabalho...

Beijinhos a todos

****Por favor não comentem mais este trabalho porque assim sei que só eliminarei o INÚTIL....

MAAAAAU..... disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
stuart58 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Maria Soledade disse...

Anonimo:POR FAVOR, peço-lhe que não volte a comentar neste trabalho. É dedicado à minha Mãe(que me é muito querida), e não fica bem esse tipo de comentários!!

Eu nada tenho a ver com NADA e estou a levar consigo a toda a hora PORQUÊ???

Peço-lhe mais uma vez POR FAVOR, AQUI... NÃO!!!!


Obrigada

pois,pois disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Cátia Alves disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.